Flamengo dá carta branca a Jorge Jesus para reforçar o elenco

GLOBO ESPORTE: Confirmado como o novo técnico do Flamengo, Jorge Jesus passará a ter voz ativa na montagem do elenco para a sequência da temporada, após a parada da Copa América. A diretoria está em busca de reforços e uma das avaliações que será feita pelo treinador é a necessidade ou não de contratar mais um centroavante, já que Uribe se transferiu para o Santos.

Além do titular Gabigol, a equipe conta apenas com o jovem Lincoln e com a possibilidade de escalação de Bruno Henrique como centroavante. Vitor Gabriel, que fez oito jogos no profissional este ano, tem atuado pela equipe sub-20.

- Vai depender do novo técnico. Vamos conversar - disse Marcos Braz, vice de futebol.

Técnico Jorge Jesus - Foto: Clive Mason/Getty Images
Na entrevista coletiva após seu retorno da Europa, Braz detalhou a busca por reforços. O lateral-direito Rafinha, depois de encerrar seu contrato com Bayern de Munique, é quem está mais perto de ser anunciado. Um zagueiro também será contratado. Zapata, do Milan e da seleção da Colômbia, e Jemerson, do Monaco, são as principais opções. O clube também fez proposta pelo lateral-esquerdo Filipe Luis, que só deve definir seu futuro após participação na Copa América.

Na Espanha, onde sacramentou sua ida para o Flamengo em reunião com o presidente Rodolfo Landim, Jesus comentou sobre a possibilidade de o elenco ser reforçado. Ele disse que acha improvável indicar jogadores portugueses.

- Acredito que vai contratar um ou outro jogador que considere importante. Difícil levar jogadores portugueses por questões financeiras. Jogadores têm carreiras curtas, e financeiramente não vale ir para o Brasil. Eles têm uma carreira muito mais curta que a minha, que sou treinador - disse o técnico.

Montagem da comissão técnica ainda indefinida

Jorge Jesus não vai sozinho para o Flamengo, mas ainda não está decidido quantas pessoas - e de quais funções - ele levará para fazer parte de sua comissão. Depois de reuniões e muitas entrevistas, o técnico retornou a Lisboa na noite de domingo. A expectativa é de que nesta segunda comece a montar o staff que levará para o Brasil.

- Agora eu quero falar menos e trabalhar mais - afirmou ao GloboEsporte.com.

Quando foi para o Al Hilal, Jesus levou dez pessoas, mas na Arábia Saudita ele também estava à frente do time B. No Flamengo, certamente este número será bem menor. Dois de seus principais auxiliares, Raul José e Miguel Quaresma, deixaram o clube e foram para o Sporting em janeiro, e a tendência é que permaneçam em Portugal. Se eles realmente não estiverem na equipe de Jesus, um dos candidatos é João de Deus, que foi treinador do Sporting B.

No Al Hilal, Jorge Jesus levou um preparador físico principal (Mário Monteiro) e seus dois auxiliares (Márcio Sampaio e Pedro Alexandre). O staff do português na Arábia Saudita tinha também observadores (Rodrigo Quintas e Gil Henriques) que o acompanham desde o Benfica, secretário técnico (João Carlos Gonçalves, conhecido como Tuck), preparador de goleiros (o romeno Dan Zdrinca) e nutricionista (Diogo Emanuel).

A expectativa é de que o treinador desembarque no Brasil por volta do dia 16 de junho. Os jogadores vão se reapresentar no dia 20, depois de uma semana de folga na Copa América. Ele terá três semanas para treinar o time até a estreia, dia 14 de julho, contra o Goiás.

Jesus comentou sobre a possibilidade de o elenco ser reforçado. Ele disse que acha improvável indicar jogadores portugueses.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget