Flamengo processa jornalista que acusou clube de lavar dinheiro

MAURO CEZAR PEREIRA: O Flamengo entrou na justiça do Rio de Janeiro contra Rodrigo Viga e a Rádio Jovem Pan devido às declarações do repórter em 29 de maio deste ano na programação da emissora sediada em São Paulo. Na ação, a qual o blog teve acesso, a agremiação relata que o jornalista, "de forma caluniosa e irresponsável, alegou que o Flamengo teria montado um esquema ilegal de lavagem de dinheiro através de um Fundo de Investimentos irregular" (vídeo abaixo, citado no documento). No documento de 20 páginas, o clube pede retratação no mesmo programa e R$ 60 mil de indenização.

Na transcrição das palavras de Viga, o clube reproduz trechos como: "O valor nunca é real. Se falam que é 40, não é 40, é 30. Eu já disse isso aqui uma vez nos microfones da Joven Pan. Montaram um fundo, desde a época do Bandeira de Mello, que funcionava da seguinte forma: Um fundo paralelo, que não era registrado por CVM, Susep, por Banco Central. Era um fundo paralelo. Se você quisesse ser cotista desse fundo, botava R$ 500 mil, depois botava R$ 1 milhão, depois botava R$ 1,5 milhão. Agora, você̂ coloca dinheiro em um fundo, você̂ espera retirada, espera ter o retorno deste dinheiro no horizonte de seis meses, 12 meses. E isso não aparece no balanço contábil do Flamengo. Então, por isso os números do Flamengo são inflacionados. Mas pode ter certeza, eu garanto, nunca condizem com a realidade".



"O Cruzeiro estava sendo atacado por problemas internos e o repórter veio atacar o Flamengo de uma forma leviana. Zero apuração, zero veracidade. O Flamengo tem seus balanços à disposição e é auditado por uma grande empresa do setor", disse ao blog o advogado e vice-presidente do clube, Rodrigo Dunshee de Abranches.

"Fundo paralelo, pirâmide, lava-jato, tudo mentira. Mas hoje, com as redes sociais, a repercussão é grande, o Flamengo tem seus compromissos e patrocinadores. Se falam que dirigente é tudo bandido e aceitarmos calados, parecerá que agimos errado", acrescentou.

Dunshee informou que o Flamengo pediu indenização por danos morais e entrou com queixa-crime porque foram atingidos os membros da gestão.

"Se alguém tem contabilidade paralela, está cometendo um ato ilícito. É preciso ter o mínimo de responsabilidade. Se publicássemos no site do Flamengo que as pessoas da Jovem Pan são bandidas, a rádio também reagiria", comparou.

No processo foram incluídas matérias sobre o assunto publicadas após o programa. Na quarta-feira, dia 12 de junho, blog entrou em contato com Rodrigo Viga e com a Rádio Jovem Pan para que se manifestassem a respeito, voltou a procurar a empresa e o jornalista no dia seguinte, mas não obteve resposta até a publicação deste post.

O Flamengo pediu indenização por danos morais e entrou com queixa-crime porque foram atingidos os membros da gestão.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaTeMorrer1895} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget