Flamengo traça prioridades para dar reforços a Jorge Jesus

ESPN: O relógio anda, o prazo de inscrições para as competições se aproxima e o Flamengo age no mercado para dar ao técnico Jorge Jesus os reforços pedidos em seu início de trabalho. Na mesa, as prioridades apontam para um centroavante e um zagueiro.

O clube colocou um de seus holofotes em Pedro, camisa 9 do rival Fluminense. Mas aí o clube rubro-negro tenta se equilibrar: sabe da necessidade de reforçar o time e, ao mesmo passo, evitar ser afoito para não perder a passada e estremecer a relação com um parceiro comercial na gestão do Maracanã.

No próximo dia 3 de julho, o Conselho Deliberativo do Flamengo aprecia e vota o contrato para a criação da empresa FlaFlu Serviços Ltda, direcionada para a gestão do Maracanã, assumido pela dupla em 19 de abril. Por isso, a investida em Pedro é feita com passos bem pensados.

Foto: Alexandre Vidal
A proposta enviada ao Tricolor demonstrou o desejo de tornar o interesse oficial, diante de um respaldo legal. Um cartão ao novo presidente tricolor, Mário Bittencourt, garantindo a manutenção de bom relacionamento. Em um primeiro momento, o Fluminense rechaçou a oferta de vender Pedro ao rival.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, Bittencourt elogiou o Flamengo pela ética na negociação e reforçou que a saída para o futebol brasileiro só ocorrerá mediante o pagamento da multa rescisória referente à parte tricolor. O Fluminense detém 50% dos direitos econômicos de Pedro. A outra metade pertence ao Artsul.

O Flamengo entende a postura do presidente tricolor como natural. Mas não joga a toalha. Acompanha com atenção a repercussão do caso. A proposta está na mesa.

Pedro recebeu sondagens do futebol exterior, principalmente de Itália, França e Alemanha, num valor entre dez e 12 milhões de euros por 100% dos direitos. A oferta rubro-negra tem valor aproximado à faixa mínima das sondagens, mas com um detalhe: deseja ter 70% dos direitos de Pedro. Os 30% restantes poderiam ser divididos entre Fluminense e Artsul, de olho em uma negociação futura.

Mário Bittencourt está ciente da urgência de fazer caixa diante da asfixia financeira, mas também de zelar pelo seu capital político: perder Pedro para o Flamengo em seu primeiro grande ato como presidente causaria desgaste interno indesejável. O Flamengo aposta no entendimento do próprio atleta de que uma transferência imediata, com disputa de campeonatos importantes como Brasileirão e Libertadores, além de se tornar peça-chave de Jorge Jesus poderia ser um grande salto na carreira. Além, claro, de um substancial reajuste salarial. A multa para o mercado internacional é de 50 milhões de euros. Para o Brasil, o valor é um pouco inferior.

Ao mesmo tempo que trabalha com a paciência, o clube rubro-negro entende que o prazo corre. O Flamengo tem até a véspera das oitavas da Copa do Brasil - ou seja, em 9 de julho - para inscrever os últimos jogadores para as fases restantes da competição. Pedro não pode atuar pelo Flamengo, já que entrou em campo pelo Fluminense na quarta fase, nos dois jogos diante do Santa Cruz. Já na Libertadores, o prazo é de 72 horas antes da partida para modificar cinco nomes da lista de 30 atletas inscritos. Uribe, por exemplo, já deixou o clube.

Zagueiro para causar impacto na mira

Com o prazo apertado para a Copa do Brasil, o Flamengo intensifica conversas para acertar com um zagueiro. O alvo é mantido em segredo, mas os bastidores da Gávea dão conta que será um nome de impacto, inquestionável e que ainda não veio a público, como as investidas em Jemerson e Zapata - este, inclusive, deve permanecer no futebol italiano. O defensor é a outra prioridade ao lado de Pedro.

Mas outros reforços podem chegar. O clube ainda aguarda a resposta de Filipe Luís, a serviço da seleção brasileira na Copa América e que no domingo cumpre seu último dia de contrato com o Atlético de Madrid. Arana, do Sevilla, foi sondado, mas esteve longe de ser prioridade - o próprio lateral em uma rádio descartou a transferência, reforçando o desejo de permanecer no exterior.

O clube ainda aguarda a resposta de Filipe Luís, a serviço da seleção brasileira na Copa América.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget