Justiça desiste de bloquear as contas do Botafogo por ter só R$ 33

ESPN: Na última segunda-feira, a 45ª Vara Cível do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro) cumpriu ordem para desbloquear as contas do Botafogo por conta de um arresto de R$ 2.831.214,28 que havia sido determinado a favor da empresa Hefesto Consultoria e Projetos Ltda, devido a um processo contra o clube carioca.

No entanto, de acordo com despacho ao qual a ESPN teve acesso, a Justiça encontrou apenas R$ 33,22 e o bloqueio sequer foi feito, já que o valor não corresponde nem mesmo a 0,01% do que é devido à requerente.

Com isso, o TJ-RJ agora deixou o valor disponível à equipe carioca.

Veja abaixo:

“Atendendo à ordem da 17ª Câmara Cível, procedi à suspensão da ordem de arresto, destacando que foram encontrados em conta apenas R$ 33,22”, escreveu o juiz Márcio Alexandre Pacheco da Silva.
Foto: Reprodução

A notícia foi publicada inicialmente pelo jornal Lance!.

O caso diz respeito à cobrança feita pela Hefesto por conta da venda do zagueiro Igor Rabello ao Atlético-MG, em janeiro de 2019.

Como era dona de 15% dos direitos do defensor, a empresa deveria ter recebido um repasse de quase R$ 3 milhões do Botafogo. Mas, como o pagamento não depositado, a companhia foi à Justiça para tentar ter a dívida quitada.

O caso seguirá tramitando no TJ-RJ até o julgamento do recurso. O Botafogo alega que o arresto configura medida desproporcional.

A Justiça encontrou apenas R$ 33,22 e o bloqueio sequer foi feito, já que o valor não corresponde nem mesmo a 0,01% do que é devido à requerente.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget