"Um dia vamos chegar ao patar de trazer o Neymar", diz VP do Fla

ESPN: Ao lado do Palmeiras, o Flamengo foi o clube brasileiro que mais contratou nos últimos anos, mesmo sem o apoio de uma patrocinadora como a Crefisa/FAM do rival. E a equipe rubro-negra projeta ainda fazer mais, inclusive chegando a sonhar com a contratação de Neymar, craque que foi arrematado pelo Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros em 2017 (na época, R$ 821 milhões).

O otimismo é do vice-presidente de finanças rubro-negro, Wallim Vasconcelos, que deu uma entrevista ao "GloboEsporte.com" revelando detalhes do orçamento do clube e possibilidades de aumentar ainda mais os investimentos.

"Um dia vamos chegar ao patamar de trazer o Neymar. Até a Copa de 2022 [risos]. Se ele não vier antes, na Copa de 2022 vou fazer questão de que ele venha jogar aqui", disse Vasconcelos à reportagem.

"Vou falar para ele: 'Neymar, já deu na Europa. Já ganhou muito dinheiro. Vem para o Flamengo ser feliz no Brasil [risos]'. Se eu fosse ele vinha agora, depois da Copa América. Também sou fã de carteirinha do Messi. Acho ele espetacular."

Foto: Divulgação
O bom momento financeiro do clube, que, como dito acima, não conta com uma patrocinadora forte como a Crefisa, é atribuído ao plano de reestruturação econômica desenvolvido ainda em 2013.

"Foi um grande trabalho de quem renegociou toda dívida, trouxe patrocinadores, aumentou a receita, e trouxe nosso torcedor, que é o nosso maior ativo [são mais de 100 milhões de sócios]. Isso propiciou que o Flamengo crescesse, revelasse novos talentos, outros estão sendo revelados. Infelizmente hoje ainda temos essa dificuldade no Brasil de competir com a Europa, o mundo árabe, o mercado asiático. Mas a venda desses talentos contribuiu para a saúde financeira do Flamengo, que hoje é muito boa", disse.

Quando questionado se o time não estourou o orçamento da atual temporada com as vindas de Arrascaeta, Bruno Henrique e Rodrigo Caio, o dirigente negou e até explicou o raciocínio da diretoria para investir pesado em janeiro.

"Gastamos entre R$ 100 milhões a R$ 110 milhões nesse ano, que é o que estava previsto. Pode ter alguma outra parcela, como no caso do Arrascaeta, que será paga no próximo ano. Mas não estouramos o orçamento", disse Vasconcelos.

"Gastamos no início do ano porque achamos que tínhamos que começar a temporada com um time base, pelo menos. Se montarmos em julho, como foi nos últimos anos, até o jogador começar a jogar já era. Pode até ganhar uma Copa do Brasil, mas não o Brasileiro."

Wallim Vasconcelos detalhou orçamento do Fllamengo e falou da possibilidades de aumentar ainda mais os investimentos.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget