Gabigol e Diego Alves são os destaques de Athletico x Flamengo

LANCE: O Flamengo levou um sufoco do Athletico-PR, mas saiu da Arena da Baixada com um empate em 1 a 1. Gabriel Barbosa marcou o gol da equipe carioca, que saiu perdendo após Léo Pereira abrir o placar.

Veja as notas do LANCE! do Fla por João Vítor Castanheira (joaovitor@lancenet.com)

6,5 - Diego Alves - Muito seguro. Fez ótimas coberturas e boas defesas para segurar o adversário no primeiro tempo. Sem culpa no gol.


4,5 - Rodinei - Deixou um buraco no lado da defesa sob sua guarda. Não conseguiu levar vantagem sobre Márcio Azevedo, lateral-esquerdo do Athletico.

5,5 - Léo Duarte - Parece ainda não ter se adaptado à linha de defesa adiantada de Jesus. Tomou muitos lançamentos em suas costas.

6,0 - Rodrigo Caio - No início, também pareceu desconfortável atuando na linha de defesa alta. Recuperou pontos ao salvar um gol certo do time paranaense.

6,5 - Renê - Lance de possível pênalti à parte, fez um grande trabalho defensivo. Furacão ameaçou muito pouco pelo seu lado. Em um arremesso lateral, ainda assistiu Gabriel para o gol do Fla.

5,5 - Cuéllar - Não foi o porto seguro de costume à frente da zaga. Flamengo melhorou após sua saída.

5,0 - Willian Arão - Desviou fraco de cabeça a cobrança de escanteio que originou o gol paranaense. Também não foi seguro no meio de campo.

6,5 - Arrascaeta - Sumido no primeiro tempo, melhorou muito na etapa final quando caiu pela esquerda. Encontrou ótimos passes para os atacantes.

4,5 - Vitinho - Posicionado à direita, foi mal. Não conseguiu auxiliar na marcação nem teve bons momentos na frente. Sumido em campo.

6,0 - Bruno Henrique - Apresentou-se para o jogo, mas teve poucas chances para finalizar. Não impressionou, mas não comprometeu.

6,5 - Gabriel Barbosa - Pressionou muito sem a bola e empatou a partida com um lindo toque por cima de Santos. Perdeu alguns pontos por perder outros gols e se colocar em impedimento constantemente.

6,0 - Diego - Junto com Everton Ribeiro, melhorou o meio-campo do Flamengo. Cariocas criaram mais chances com o 10 em campo.

6,0 - Everton Ribeiro - Substituiu Cuéllar e, inevitavelmente, deu qualidade ao meio-ataque rubro-negro. Criou bons lances, mas não conseguiu ser decisivo.

6,0 - Piris da Mota - Entrou para ajudar o Rubro-Negro a segurar o empate fora de casa e dar volume ao meio-campo. Foi bem sucedido.

6,0 - Jorge Jesus - No primeiro tempo, a defesa do Flamengo pareceu ainda inapta às novas táticas do português. Porém, mostrou ousadia nas substituições e ao conquistar o empate.

Muito seguro. Fez ótimas coberturas e boas defesas para segurar o adversário no primeiro tempo. Sem culpa no gol.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget