Jornal elege Diego o pior de Flamengo x Athletico-PR

LANCE: O Flamengo ficou mais uma vez no empate em 1 a 1 com o Athletico-PR, desta vez no Maracanã, mas foi eliminado nas cobranças de pênaltis. Gabigol fez o único dos cariocas na partida e foi destaque da equipe.

Abaixo, veja as notas do time de Jorge Jesus por João Vítor Castanheira (joaovitor@lancenet.com.br)

6,0 - Diego Alves - Trabalhou pouco e quando Rony saiu de cara e finalizou, chegou a tocar na bola, mas só uma milagre impediria o gol. Nos pênaltis, tocou em duas bolas e defendeu outra, mas viu os erros dos companheiros afundarem o Fla.

6,0 - Rafinha - Não teve destaque individual, mas atuou com muita segurança no lado direito do ataque. Marcou com firmeza e cometeu poucos erros.

Diego, do Flamengo, contra o Athletico-PR - Foto: Alexandre Vidal
5,5 - Léo Duarte - Fez a leitura errada no lance do gol do Athletico. Em vez de correr para trás, perdeu tempo ao tentar interceptar o passe, permitindo que Rony empatasse o duelo.

6,0 - Rodrigo Caio - Atuação que confirma a boa fase do zagueiro. Fez uma série de cortes e rebatidas imprescindíveis.

6,0 - Renê - Seguro na marcação com cortes precisos. Não subiu muito ao ataque.

6,5 - Cuéllar - Bom retorno ao time titular. Apresentou agilidade na saída de bola e a precisão de sempre nos desarmes. Foi o único a converter a sua cobrança na decisão por pênaltis.

5,0 - Diego - Teve boa atuação durante os 90 minutos, mas bateu o pênalti de maneira ridícula. Chapou fraco, no meio do gol. Santos nem precisou se mexer para defender.

5,5 - Everton Ribeiro - Teve participação decisiva ao escorar de cabeça para Gabigol abrir o placar no Maracanã, mas na batida do pênalti, praticamente recuou para Santos.

6,0 - Arrascaeta - Nos 13 minutos que ficou em campo, não se escondeu do jogo e foi bastante acionado. Saiu lesionado no início.

5,5 - Lincoln - Surpresa na escalação, começou bem o jogo e teve duas chances, mas faltou capricho. Caiu de rendimento ao longo do jogo e foi substituído.

6,5 - Gabriel Barbosa - Uma atuação com a cara de Gabigol. Esbanjou vontade e explosão, e no lance do gol, foi esperto para se antecipar ao zagueiro e aproveitar o desvio de cabeça de Everton Ribeiro.

5,5 - Vitinho - Construiu o gol de Gabriel com uma linda jogada individual sobre Jonathan, mas isolou o segunda cobrança do Fla, erro vital para a eliminação.

5,5 - Berrío - Na sua estreia sob o comando de Jesus, fez dupla de ataque com Gabriel e, mostrando boa presença de área, incomodou a zaga paranaense.

Sem nota - Rodinei - Ficou pouco tempo em campo para ser avaliado.

5,5 - Jorge Jesus - Precisa ajustar o posicionamento da defesa rubro-negra. Mas uma vez, o esquema com os zagueiros adiantados virou-se contra o Flamengo.

Teve boa atuação durante os 90 minutos, mas bateu o pênalti de maneira ridícula. Chapou fraco, no meio do gol.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget