O que esperar de novo no Flamengo, de Jesus, contra o Athletico?

LANCE: Chegou a hora. Depois de um mês de paralisação por conta da Copa América, a os torcedores de Athletico e Flamengo matam as saudades de seus times nesta quarta, logo com a partida de ida de quartas de final da Copa do Brasil. A bola rola na Arena da Baixada às 21h30, com transmissão em tempo real do LANCE!, e a expectativa da Nação é ver o novo Flamengo sob o comando de Jorge Jesus.

As mudanças feitas por Jorge Jesus, que fará sua estreia no comando rubro-negro, terão maior relação às partes tática e de postura em campo, além de opções técnicas do comandante na escolha dos 11 titulares. Foram 20 dias de trabalho no Ninho do Urubu, nos quais o português apresentou suas ideias.

Foto: Alexandre Vidal
RAFINHA: SOLUÇÃO DA LATERAL DIREITA

Dentro das quatro linhas, a única novidade, de fato, será a presença de Rafinha na lateral direita. Após muitas temporadas no futebol europeu, com passagem vitoriosa pelo Bayern de Munique, da Alemanha, o novo camisa 13 chega para resolver o problema do Rubro-Negro na posição, após anos com Pará e Rodinei sendo questionados. Agora, o jogador de 33 anos fará sua estreia diante de um velho rival, uma vez que foi revelado e defendeu o Coritiba em 2004 e 2005.

DIEGO EM NOVA FUNÇÃO

Escolhido como capitão por Jorge Jesus, o meia Diego passa a exercer uma nova função na equipe, atuando como segundo homem de meio de campo, à frente de Cuéllar na proteção da defesa. O camisa 10 comentou que não tem problemas com a mudança, dizendo estar confortável com a nova posição.

Ao lado de Diego, estarão dois pontas. Contra o Athletico, a tendência é que sejam Vitinho, aberto pela ponta direita, e Giorgian De Arrascaeta, na esquerda.

DOIS ATACANTES CENTRALIZADOS

Outra mudanças será no ataque, com Bruno Henrique e Gabigol atuando lado a lado. A opção tática é desejo do treinador português, que conversou com os atletas para explicar a formação (o Flamengo deve entrar em campo em um 4-1-3-2) e as novas funções dos atletas em campo, comentou Bruno Henrique.

- Eu falei com Jorge, já joguei como ele quer, com dois atacantes. Tenho uma facilidade. Não é minha preferência, mas ele optou por mim, me deu confiança e me explicou o porquê de me escalar assim. Estou me doando ao máximo.

MAIOR INTENSIDADE SEM A BOLA

Em suas primeiras palavras como técnico do Flamengo, ao ser apresentado no Ninho do Urubu, Jorge Jesus deixou claro que um ponto seria cobrado do time: ter maior intensidade em campo, especialmente quando a posse de bola está com o rival. A tendência é de que a característica já seja perceptível na equipe.

As atividades comandadas pelo português foram marcadas pela intensidade e participação ativa do treinador, que orienta demais os atletas e chamou a atenção até por correr ao lado dos jogadores. Assim, a expectativa é de uma evolução física do grupo, que chega para a partida sem desfalques por lesão.

Foram 20 dias de trabalho no Ninho do Urubu, nos quais o português apresentou suas ideias.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget