Sérgio Vieira vê exigências de Jesus como desafio no Flamengo

UOL: O jogo de hoje do Flamengo contra o Athletico, válido pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, marca o retorno de um técnico português à elite do futebol brasileiro após três anos. Substituto de Abel Braga, Jorge Jesus fará sua estreia à frente do clube carioca.

Precursor de Jorge Jesus no cruzamento do Atlântico, o também português Sérgio Vieira vê na personalidade de seu conterrâneo o principal desafio do novo técnico do Flamengo. Para o antigo treinador do América-MG, a eficácia de Jesus vai depender da capacidade dos jogadores de entenderem as ideias dele.

"O sucesso vai depender muito da forma como os jogadores entenderão as ideias. Ele é um treinador extremamente exigente, tanto com os jogadores como com as pessoas do clube", afirmou.

Foto: Alexandre Vidal
Apesar disso, Vieira não acredita na possibilidade de uma briga de egos entre Jorge Jesus e as estrelas do elenco do Flamengo.

"Isso depende de uma liderança. Acho difícil que isso aconteça, porque os líderes do elenco não vão permitir. O objetivo comum é o mais importante no momento. O Flamengo tem muitos jogadores que atuaram fora do país e possuem um grande conhecimento tático, o que pode ajudá-lo".

Sérgio Vieira atuou na primeira divisão brasileira em duas oportunidades. Na primeira, como interino do Athletico, disputou apenas uma partida, sendo derrotado pelo São Paulo em outubro de 2015. Depois, como efetivo, permaneceu no América-MG por dez jogos, sendo nove deles no Brasileirão, e acumulou duas vitórias e oito derrotas. Foi demitido em julho de 2016.

Além dele, outro português trabalhou no mesmo período na elite do futebol brasileiro. Atual técnico da seleção da Coreia do Sul, Paulo Bento comandou o Cruzeiro em 17 partidas, entre maio de 2016 e julho do mesmo ano, quando foi demitido. O treinador não aceitou dar entrevista à reportagem.

"No meu caso, eu peguei um América-MG que não estava preparado para jogar a Série A, tanto por elenco quanto dinâmica de trabalho. No caso do Paulo, é diferente, só ele que pode explicar. Isso também acaba acontecendo com o técnico brasileiro", justificou Vieira.

Além qualidade do elenco que comandou no Coelho, o português viu o excesso de jogos do futebol brasileiro como um empecilho para seu sucesso no Brasil. O calendário é outro desafio que Jorge Jesus terá na opinião do conterrâneo.

"Nós temos quase sempre uma semana de trabalho entre os jogos na Europa. No Brasil, você passa mais tempo jogando e viajando, não tem muito tempo para treinar. Esse é um desafio muito grande para ele", disse Vieira.

O desafio de Jorge Jesus terá início às 21h30 (de Brasília) de amanhã. O duelo, válido pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, será disputado na Arena da Baixada.

Apesar disso, Vieira não acredita na possibilidade de uma briga de egos entre Jorge Jesus e as estrelas do elenco do Flamengo.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget