Veja 5 mudanças no Flamengo desde a chegada de Jorge Jesus

COLUNA DO FLA: A Copa América chega a seus últimos dois jogos e a rotina do futebol brasileiro está prestes a voltar ao normal. Depois da decisão continental entre Brasil e Peru, neste domingo (7), o calendário rubro-negro volta à rotina de jogos com mata-mata: na próxima quarta-feira (10), o Flamengo enfrenta o Athletico na Copa do Brasil. A estreia de Jorge Jesus será o pontapé oficial da trajetória do português no Mais Querido – caminhada que começou com grande expectativa.

Jorge chegou ao Flamengo trazendo inovações no dia-a-dia. Depois de mais de 20 dias de treinos no Ninho do Urubu, é possível listar cinco mudanças que o torcedor pode esperar da Era Jesus:

Foto: Alexandre Vidal
Dois atacantes
Na rotina de treinamentos, Jorge tem mostrado preferência por um esquema com dois atacantes próximos à área. No jogo-treino contra o Madureira, na Gávea, Gabigol e Bruno Henrique se posicionaram neste esquema.

Uma alteração no esquema tático rubro-negro que muda uma tendência de quase sete anos. Desde 2013, o torcedor do Flamengo se acostumou a ver o time jogando com dois pontas e apenas um homem de referência – papel desempenhado por Hernane, Alecsandro, Guerrero, Leandro Damião, Henrique Dourado, entre outros.

Um volante a menos
No jogo-treino contra o Madureira, o time foi a campo com apenas um jogador na posição de volante.

De 2018 para cá, o Flamengo se acostumou com duas opções. Com Mauricio Barbieri no comando, o time passou a jogar com apenas Cuéllar na contenção e quatro jogadores na construção de jogadas. A volta de Dorival Júnior representou o retorno de Arão ao time titular, com Diego perdendo espaço. Abel Braga trocou as peças, mas manteve dois jogadores nesta função.

Arão no banco
Com a mudança no meio-campo, um volante perderá a a vaga entre os onze: Willian Arão ou Cuéllar. Apesar de estar sendo utilizado por Jorge como primeiro volante e da titularidade na partida contra o Madureira, a expectativa é de que o brasileiro vá para o banco – levando em conta as últimas temporadas do colombiano, é difícil que ele perca espaço, mesmo tendo tido menos tempo de trabalho com o novo técnico.

Rafinha
O treinador chegou ao Flamengo com um reforço de peso como presente de boas vindas. Uma das maiores carências do time titular nos últimos anos, a lateral direita ganhou o nome de Rafinha.

O multicampeão europeu é uma nova peça importantíssima para o clube e a expectativa é de que Jorge consiga extrair o máximo do lateral – tanto tática quanto tecnicamente.

Tecnologia no dia a dia
Jorge Jesus chegou ao Flamengo trazendo uma nova cultura – não só nas ideias e propostas de jogo, mas também na rotina diária. Em seus treinamentos, o europeu integrou diferentes tecnologias para atingir a excelência.

É o caso do uso de drones para filmagens aéreas – imagens que servem para análise da comissão técnica e para direcionamento dos jogadores. Jorge pediu à diretoria – e foi atendido – a compra de um carrinho de golfe adaptado com uma prancheta na parte de trás. A ferramenta ajuda na orientação dos atletas durante os trabalhos.

Depois de mais de 20 dias de treinos no Ninho do Urubu, é possível listar cinco mudanças que o torcedor pode esperar da Era Jesus:

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget