Flamengo consegue vaga na 1ª partida sem sofrer gol com Jesus

COLUNA DO FLA: A vitória por 2 a 0 que levou o Flamengo às quartas de final da Libertadores da América, na noite desta quarta-feira (31), diante do Emelec (EQU), no Maracanã, foi construída com 2 gols de Gabigol, artilheiro da equipe na temporada e com boa atuação dos cobradores nas penalidades, além da contribuição de Diego Alves, que pegou uma cobrança, enquanto outra foi desperdiçada pelo time equatoriano. Mas não levar gols foi essencial.

Após o resultado adverso de 2 a o no Equador e com o gol qualificado na casa do adversário presente na competição continental, qualquer descuido poderia ser fatal, pois cada gol do Emelec obrigaria o Flamengo a abrir três de vantagem para conquistar a vaga para as quartas de final. No entanto, pela primeira vez desde que Jorge Jesus assumiu o comando da equipe, a defesa rubro-negra não foi vazada.

Jogadores do Flamengo abraçando Diego Alves - Foto: Alexandre Vidal
Além da boa atuação dos laterais Rafinha e Renê – ambos converteram suas cobranças de pênaltis – e de Diego Alves, pouco exigido durante a partida, mas decisivo nas penalidades, o jovem Thuler e Pablo Marí, recém chegado ao Flamengo, atuaram pela primeira vez juntos por 90 minutos e não cometeram falhas. Vale lembrar que a zaga titular, há duas partidas, era composta por Rodrigo Caio, que se lesionou contra o Botafogo, e Léo Duarte, vendido ao Milan (ITA).

Foi a primeira vez desde que Jorge Jesus assumiu o comando da equipe, a defesa rubro-negra não foi vazada.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget