Flamengo dá um bico na bananice

BLOG DO JULIO GOMES: A vibração a cada pênalti e, claro, ao final da disputa contra o Emelec, mostra um pouquinho deste "novo" Flamengo. Parece que a bananice que marcou o clube nos últimos anos é apenas isso, passado.

Não podemos nos esquecer que a bananice estava vivíssima duas semanas atrás, naquela disputa de pênaltis contra o Athlético-PR. Então convém esperar. Mas a disputa contra o Emelec é um sopro de esperança para o torcedor flamenguista, cansado de ver um time sem sangue nos olhos nos momentos grandes.

O Flamengo fez 20 minutos ótimos no Maracanã e poderia ter marcado o terceiro ou o quarto, tivesse sido apertado mais. Com a lesão de Gabriel, o melhor do time, o Flamengo caiu no segundo tempo. E o Emelec cresceu demais, jogou muita bola e até merecia sorte melhor. Era, é verdade, um Flamengo dizimado por lesões, desentrosado.

Comemoração dos jogadores do Flamengo - Foto: Marcelo Cortes
Depois de tantos papelões em fases iniciais da Libertadores, o Flamengo está, finalmente, entre os 8. E agora tem três semanas para ganhar forma, recuperar lesionados e se entrosar. O time sai grande, sai forte, sai corajoso.

Não, não tem cheirinho de nada. Nem de banana.

Depois de tantos papelões em fases iniciais da Libertadores, o Flamengo está, finalmente, entre os 8.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget