"Quero fazer história, conquistar títulos no Flamengo", diz Gerson

GLOBO ESPORTE: Gerson precisou de apenas seis jogos para convencer a torcida do Flamengo de que foi uma boa aquisição para o clube. Em um momento de dificuldades por causa de desfalques, foi utilizado pelo técnico Jorge Jesus em diversas funções no meio de campo e correspondeu. Além da qualidade técnica, mostrou que ser torcedor rubro-negro desde a infância ajudou na identificação e adaptação.

Em seus primeiros meses no Flamengo, Gerson tem a chance de fazer o que muitos de seus ídolos não conseguiram, já que o time ainda está vivo na disputa dos títulos da Libertadores e do Brasileiro.

- Quero fazer história, conquistar títulos no meu clube do coração. Já tem um tempo que estou no profissional e conquistei apenas um título - afirmou Gerson, revelado pelo Fluminense e negociado com o Roma quando tinha 19 anos.

Gerson, meia do Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
A personalidade forte e o estilo "marrento" do jogador, nascido na Baixada Fluminense, também tem agradado aos rubro-negros. Até um vídeo que circulou nas redes sociais de Gerson soltando pipa sem camisa em cima de uma laje foi motivo para animação: "O Flamengo raiz voltou", comentaram alguns.

- Eu sempre gostei de soltar pipa, sou viciado até hoje. Minha mão é toda cortada (risos).

A entrevista completa com Gerson vai ao ar no Globo Esporte da próxima terça-feira.

Curinga do meio de campo do Flamengo

Saí do Brasil jogando em uma posição, e quando cheguei na Itália, no início foi difícil. Acabei jogando em várias posições e fui me sentindo bem em todas. Agora, no Flamengo, já atuei em diversas funções. Depois do último jogo, me fizeram três vezes a mesma pergunta, aí na hora veio isso do curinga.

Mas tem preferência?

Eu sempre digo que pretendo ajudar, independente de onde for. Claro que tem uma ou outra que eu acho melhor para mim. No lado direito, consigo proteger mais a bola, trazer para o meio e finalizar. Encaixei bem com o Rafinha também. Na esquerda, é um pouco mais difícil (proteger a bola), mas me sinto bem também.

Identificação com o Flamengo

Sempre tive em mente, não escondo que queria jogar no Flamengo. Quando surgiu a chance, pensei que tinha que fazer de tudo para me dar bem com a torcida e comigo mesmo. Voltar a desenvolver meu melhor futebol. Ainda tem muita coisa para acontecer.

Comentei com meus amigos que quando a torcida canta a música do jogo contra o Liverpool, dá um arrepio, uma sensação muito boa. Não tem como descrever. Duvido que tenha alguém que vá ao Maracanã e não se arrepie.
Repetir 1981 e conquistar a Libertadores

Faz sim (parte do sonho). Quero fazer história, conquistar títulos no meu clube do coração. Já tem um tempo que estou no profissional e conquistei apenas um título. O dia que eu parar, quero olhar junto com a minha filha, ou se tiver mais filhos, e contar o que conquistei.

Vídeo soltando pipa

A gente tem a nossa profissão, mas é sempre bom, somos seres humanos e temos o momento de estar com os amigos e familiares. Eu sempre gostei de soltar pipa, sou viciado até hoje. Sempre que eu posso, vou soltar. Minha mão é toda cortada (risos) da linha. Sei que tenho que prestar atenção porque tudo o que fazemos dá uma repercussão mundial.

Eu derrubo direto a pipa dos outros. Solto muito mesmo. Estou brincando (risos). É como na vida, às vezes você perde também. Mas coloco outra no alto e vamos de novo.

Comemoração do gol

Quando estava na Itália, um amigo meu mandou vídeo fazendo esse gesto e disse que eu tinha que comemorar desse jeito quando fizesse um gol. Aí vim para o Brasil. Quando fiz o gol (contra o Botafogo), veio na minha cabeça na hora. Foi bom que todo mundo gostou.

Clássico com o Vasco neste sábado

O jogo mais importante é o próximo. Depois do Vasco, vamos pensar (no Inter). Domingo já vamos treinar e visar ao jogo contra o Internacional. Clássico é clássico, é sempre difícil enfrentar o Vasco. É uma boa equipe, com um bom técnico. Sabemos que será complicado, mas estamos nos preparando bem para chegar lá e fazer um grande jogo.

Gerson tem a chance de fazer o que muitos de seus ídolos não conseguiram, já que o time ainda está vivo na disputa da Libertadores e do Brasileiro.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget