Árbitro Nunes de Sá ajuda São Paulo e Santos em jogos seguidos

MAURO CEZAR PEREIRA: Rodrigo Nunes de Sá, do Rio de Janeiro, era o árbitro de vídeo em São Paulo 1 x 0 Ceará, gol de Daniel Alves, que estreava no time paulista, dia 18 de agosto. O mesmo esteve na função neste domingo, no 1 a 1entre Santos e Athletico.

Incrivelmente ele não achou pênalti de Tiago Volpi em Felippe Cardoso, mas conseguiu enxergar uma falta dentro da área na disputa entre Braian Romero e Marinho. Incrível a mudança de critério do árbitro do Rio de Janeiro.

Apenas 21 dias, três semanas, separaram os dois jogos. Na peleja do Morumbi, Sá não achou pênalti, o que não esconde o erro do árbitro de campo, Gilberto Rodrigues Castro Júnior, de Pernambuco, que poderia e deveria assinalar a penalidade mesmo sem auxílio tecnológico.


Da mesma forma, Rodrigo Carvalhaes de Miranda, do Rio de Janeiro, poderia e deveria ter ignorado a recomendação feita pelo VAR na Vila Belmiro. Falta de critério, de padrão, erros absurdos mesmo com a ferramenta que foi ali colocada para ajudar a arbitragem.


Ele não achou pênalti de Tiago Volpi em Felippe Cardoso, mas conseguiu enxergar uma falta dentro da área na disputa entre Braian Romero e Marinho.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget