Bruno Henrique e Gabigol vivem melhores momentos da carreira

LANCE: Não há como negar: Bruno Henrique e Gabigol elevaram o patamar do Flamengo em 2019. Os dois atacantes, reforços para esta temporada, levaram para a Gávea o entrosamento dos tempos de Santos e são os grandes destaques do clube no ano. Juntos, somam 47 gols e 19 assistências. Assim, neste sábado, a dupla estará novamente junta para dar sequência as melhores momentos das respectivas carreiras justamente diante do Peixe, clube que, em 2018, defenderam lado a lado.

A convocação para a Seleção Brasileira foi o ápice de um 2019 incrível de Bruno Henrique, que, após desfalcar o Flamengo na última rodada, à disposição de Tite, será titular no Maracanã. Uma lesão no olho, por conta de uma bolada no Campeonato Paulista, fez a temporada do atacante ficar marcada pela "luta" pela recuperação. Foram apenas dois gols pelo Santos em 2018, quando foi à Alemanha realizar parte do tratamento e conviveu com o temor de não poder voltar a jogar futebol.

Foto: Divulgação
Contratado pelo Flamengo após uma negociação arrastada, que irritou o técnico Jorge Sampaoli, Bruno Henrique voltou a jogar pelo time da Gávea - e muito bem. Foi artilheiro do Carioca, por exemplo, e tem se destacado nos clássicos e nos chamados "jogos grandes" - marcou os gols da vitória por 2 a 0 sobre o Internacional nas quartas de final da Libertadores.

Ao LANCE!, Carlo Alba, um dos médicos do Santos na temporada passada, avaliou a recuperação do atleta em relação à lesão no olho.

- Essa evolução já era previsto, é a acomodação da lesão. Ele tinha uma lesão no olho, o próprio organismo dele se adaptou e teve uma melhora gradativa até um ponto de não atrapalhar em nada a performance dele dentro de campo. A gente está vendo isso agora - afirmou Carlo Alba, que deixou o clube da Vila Belmiro em novembro de 2018.

PELO FLA, GABIGOL TEM SUA MELHOR MÉDIA DE GOLS DA CARREIRA

A relação entre Gabriel Barbosa e Santos, por sua vez, é bem mais antiga. O camisa 9 foi revelado na Vila Belmiro e, ainda em 2014, com 18 anos, começou a se destacar. Bicampeão paulista pelo Peixe (2015 e 2016), o centroavante também foi artilheiro da Copa do Brasil três vezes (2015, 2016 e 2018) e do Brasileirão, em 2018, jogando pelo clube que o formou. Apesar disso, é pelo Rubro-Negro que Gabigol vive sua fase mais goleadora.

São 29 gols em 39 jogos pelo Flamengo. A identificação com a torcida foi imediata e, sob o comando de Jorge Jesus, o camisa 9 vive grande momento. Na visão de Claudinei Oliveira, técnico do Santos quando Gabriel Barbosa balançou a rede rival pela primeira vez entre os profissionais, a passagem do atacante de 23 anos pela Gávea já é especial, até pelas diferentes funções que ele tem feito em campo.

- Acho que ele vive o melhor momento da carreira dele no Flamengo. Já o acompanhei no Santos e na seleção olímpica, teve bons campeonatos também, mas acho que está sendo especial. Vários gols, está se identificando com a torcida. Jamais imaginava que ele mudaria de função até pela grande capacidade de finalização, sabe chutar bem com as duas pernas. Acho que ele terá uma boa sequência até o fim do ano - avaliou Claudinei Oliveira, que dirigiu o Santos entre maio e dezembro de 2013.

Gabriel Barbosa está emprestado ao Flamengo até o fim do ano e, pela primeira vez, enfrentará o clube que o revelou. Na Europa, o atacante não conseguiu se firmar no Benfica, de Portugal, e Inter de Mião, da Itália - clube que detém os direitos econômicos do atleta. Até a passagem pelo Rubro-Negro da Gávea, o ano mais artilheiro de Gabigol havia sido 2018, quando fez 27 gols em 52 partidas.

NÚMEROS

Bruno Henrique em 2019: 18 gols / 12 assistências
No Brasileirão - 7 gols, 1 assistência
Na Copa do Brasil - 1 assistência
Na Libertadores - 3 gols, 6 assistências
No Carioca - 8 gols, 4 assistências

Gabigol em 2019: 29 gols / 7 assistências
No Brasileirão - 15 gols, 4 assistências
Na Copa do Brasil - 2 gols
Na Libertadores - 5 gols, 1 assistência
No Carioca - 7 gols, 2 assistências

*Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Contratado pelo Flamengo após uma negociação arrastada, que irritou o técnico Jorge Sampaoli, Bruno Henrique voltou a jogar pelo time da Gávea.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget