Cuca rebate repórter, elogia Jesus e exalta trabalho do Flamengo

Em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, o treinador Cuca, do São Paulo, foi questionado por um repórter em relação à declaração de Jorge Jesus, que referiu os profissionais do Brasil como “ultrapassados”. Cuca, no entanto, mostrou conhecimento em relação ao assunto e revelou que a frase foi dada em 2018, quando ainda estava no Al-Hilal.

Por fim, ele ainda exaltou o trabalho do português e ressaltou a estrutura dada pelo Flamengo, que hoje disponibiliza de um elenco recheado de jogadores com passagem por seleções.

Assista no vídeo abaixo:


- Eu acho que as coisas devem ser divididas, porque seria muito fácil vir aqui e rebater o que ele falou. Mas tem que separar as coisas. Essa entrevista que ele deu foi lá na Arábia, no ano passado. Então, tem muita gente pensando “pô, ele está no Brasil e falando mal dos técnicos brasileiros”. Isso foi uma entrevista quando ele estava no Al-Hilal para um jornal francês que só divulgou agora. E eu acho que essa pergunta poderia ser feito para o Jorge Jesus agora que ele tem um conhecimento maior do futebol brasileiro, dos treinadores – ainda que não tenha enfrentado todos. Ele vai poder dizer se teve alguma dificuldade com algum time, se os treinadores estão ultrapassados... Eu acho que hoje seria uma maneira melhor de se falar. Pelo que vi dele, que é um cara que tem ética profissional, que tem respeito, que foi muito bem recebido aqui no Brasil por todos nós. Teve um curso na CBF, que o Mancini me disse, que todos os 20 (técnicos) o receberam de uma maneira maravilhosa. Eu acho muito difícil ele vir falar isso hoje. E acho que o sentimento dele, hoje, não seria este. Lógico que temos muito a evoluir, e isso vira e meche está sendo falando. Eu não me sinto de forma alguma ultrapassado, eu sigo todo jogo, todo tipo de treinamento. Se pegar um treinamento meu e da maioria dos treinadores do Brasil e comparar com o que tem lá fora, você não verá diferença. Hoje, é tudo online, interligado. O que muda de um treinador para o outro é a estratégia. O Jorge Jesus eu vejo que ele tem, por méritos dele, mas por muito méritos do Flamengo no geral, 11 jogadores com nível de Seleção. O goleiro, os dois laterais, os zagueiros, talvez um volante não tenha ido à Seleção, mas provavelmente possa ir... A linha de frente, os quatro, Arrascaeta, Everton (Ribeiro), Gabriel, Bruno... Todos são Seleção. Então, foi montada uma estrutura maravilhosa dentro de um orçamento que eles puderam fazer. E isso tem que tirar o chapéu. Não só para o treinador, mas para o que o Flamengo fez como clube. O mérito é dele, mas de todos também. E o campeonato é longo, tem muita coisa ainda para rolar.

Cuca mostrou conhecimento em relação ao assunto e revelou que a frase foi dada em 2018, quando ainda estava no Al-Hilal.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget