Flamengo vira pesadelo na vida de Guerrero

O GLOBO: Não é exagero dizer que Paolo Guerrero se tornou o principal alvo da torcida do Flamengo nos jogos contra seus principais adversários em 2019.

O atacante deixou o clube ano passado, após não renovar seu contrato, e assinou com o Internacional, contra quem o rubro-negro fez quatro partidas nesta temporada, duas pelo Brasileiro e duas pela Libertadores.

Depois de um primeiro reencontro com o Flamengo em Porto Alegre, com direito a gol na vitória por 2 a 1, sobre o então time de Abel Braga, Guerrero jogou mais três partidas contra o ex-clube. Perdeu duas (3 a 1 e 2 a 0) e empatou uma (1 a 1).

As duas derrotas no Maracanã foram um roteiro de pesadelo para Guerrero. Nas duas levou cartão. No jogo pela Libertadores, ganhou amarelo. Desta vez, pelo Brasileiro, o vermelho.

Foto: Divulgação
Nas ocasiões citadas, a torcida do Flamengo cantou músicas provocando o atacante peruano em função da punição por doping, isso desde antes de a bola rolar. Nos dois jogos no Maracanã, Guerrero não conseguiu criar situações de gol e foi anulado por Rodrigo Caio.

Na última quarta-feira, o zagueiro e o atacante se chocaram de cabeça, e Guerrero saiu com o supercílio cortado e sangrando. Antes, o peruano reclamou de pênalti de Rodrigo Caio não marcado pelo juiz Luiz Flavio de Oliveira.

Depois da partida, o técnico do Jorge Jesus afirmou que Paolo Guerrero tirou o time do Inter da partida devido a sua expulsão por reclamação.

“Os jogadores têm que ter equilíbrio emocional muito grande. O Guerrero, que é um grande jogador, não pode fazer o que fez. Facilitou o jogo, tirou a equipe dele do jogo”, afirmou, em entrevista coletiva.

Após xingar o quarto árbitro e e levar um cartão vermelho, o camisa 9 do Colorado fez um gesto obsceno para torcida do rubro-negra enquanto se dirigia para o túnel dos vestiários. Na súmula os xingamentos foram relatados. "Fuck you, fuck you", gritou Guerrero, em inglês.

O Flamengo não deve deixar a vida de Guerrero tão cedo. Mesmo sem mais duelos pela frente nesta temporada, o clube da Gávea e o jogador têm embates na Justiça.

O Flamengo processou o jogador e quer reaver o valor investido em direitos de imagem que pagou de forma antecipada, no momento em que Guerrero ficou fora de ação em 2018 por conta da condenação por doping, desde o fim de 2017.

O processo corre na 9ª Vara Cível e tem como objetivo condenar Guerrero e sua empresa Paolo Guerrero - Eirelli ao pagamento de R$ 1,8 milhão pelos 121 dias em que o clube não pôde "usufruir" da imagem do atleta.

Nas ocasiões citadas, a torcida do Flamengo cantou músicas provocando o atacante peruano em função da punição por doping.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget