Fotos: O dia em que Pelé jogou pelo Flamengo ao lado de Zico

O GLOBO: Cerca de 150 mil pessoas foram ao Maracanã para ver um amistoso entre Flamengo e Atlético-MG, no dia 6 de abril de 1979, organizado para arrecadar dinheiro para as vítimas de enchentes que deixaram 47 mil desabrigados em Minas Gerais e no Espírito Santo. A causa era nobre, mas havia outra explicação para o estádio lotado. Pela primeira vez, o Rei Pelé entraria em campo com a camisa rubro-negra.

Aposentado, depois de dois anos sem atuar, o ex-craque da seleção brasileira e do Santos, então com 38 anos, jogaria ao lado de Zico, Júnior, Adilio, Andrade e cia, sob a batuta do treinador Claudio Coutinho. Um dia de glória para o clube carioca.

Pelé com a camisa 10 do Flamengo - Foto: Divulgação
O treino da véspera, na Gávea, já servira de termômetro para mostrar a euforia em torno do amistoso. Segundo a reportagem do GLOBO que descreveu o clima na sede do Flamengo, uma multidão se espremia contra o portão que separava o gramado da arquibancada quando um jovem chegou pedindo licença. "Ora meu amigo, todo mundo quer ver o Pelé de perto", disse um torcedor, ao que o rapaz respondeu: "Pois é, mas eu tenho que treinar com ele". Era Zico, então com 26 anos, chegando para o que seria o único ensaio com o Rei do Futebol.

Pelé e Zico no Flamengo - Foto: Divulgação

O gramado da Gávea estava tomado por repórteres, ex-jogadores e fãs. Tinha desde o jockey tricampeão Juvenal Machado da Silva até a atriz Márcia Rodrigues, do filme "Garota de Ipanema". Todos vibraram quando, no coletivo, Pelé rolou a bola "num toque realmente magistral" para Junior, que ficou livre para marcar o primeiro gol. No final, um torcedor ainda conseguiu burlar a segurança para invadir a sauna onde estava a estrela do dia e ganhar um aperto de mão. "Nunca pensei que depois de tudo o que passei fosse me emocionar com um simples treino", resumiu Pelé.

Zico e Pelé no Flamengo - Foto: Divulgação

No dia seguinte, a torcida no jogo proporcionou a quebra do recorde de renda no Brasil até então. Na tribuna, estavam o então presidente do Brasil, o general João Figueiredo, o governador de Minas Gerais, Francelino Pereira, e o prefeito do Rio, Israel Klabin. Com Pelé em campo, Zico demonstrou respeito pelo rei e aceitou jogar com a camisa 9, deixando o número 10 com o convidado, que, fora de forma, jogou apenas o primeiro tempo. Ao longo dos 90 minutos, o Flamengo aplicou uma goleada de 5 a 1 no Atlético-MG, com três gols de Zico. O time mineiro começou balançando as redes aos 21 minutos, mas a equipe do Rio empatou ainda no primeiro tempo. Depois do intervalo, o rubro-negro voltou com força total e fez mais quatro gols. Festa completa no Maracanã.

Pelé jogando pelo Flamengo - Foto: Divulgação

Pelé no Flamengo - Foto: Divulgação

A causa era nobre, mas havia outra explicação para o estádio lotado. Pela primeira vez, o Rei Pelé entraria em campo com a camisa rubro-negra.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget