Gabigol revela ter criado comemoração na Igreja: "É pra Deus"

TORCEDORES: O atacante Gabriel Barbosa revelou, em entrevista ao programa Alê Oliveira Responde, do canal De Sola, que a comemoração que o consagrou no Flamengo nasceu em uma igreja em Santos.

“Eu tava com um amigo em Santos na Igreja. Ele disse para eu fazer uma comemoração diferente. Todo mundo faz várias. Eu faço aquilo para glorificar a Deus no gol”, disse o atacante do Flamengo, que negou de qualquer maneira que seja algum tipo de provocação aos adversários.

“O que eu penso é que Deus me abençoou. Eu falei: ‘será que eu faço assim e tal?’. Na primeira vez eu fazia assim (levantava o dedo em direção ao céu após a comemoração tradicional). Mas era demais. Comecei a fazer, fazer, fazer, e acharam que era provocação. É pra glorificar a Deus.”

Foto: Divulgação
O atacante ainda criticou a denúncia feita pelo STJD por sua comemoração com o cartaz “Hoje tem gol do Gabigol” durante o clássico com o Vasco, no estádio Mané Garrincha. Ele criticou a decisão do tribunal e lembrou que o próprio perfil do Brasileirão destaca a comemoração nas redes sociais.

“Colocaram coisa no meu cartaz para ser julgado. Eu não vou tirar aquele cartaz que a torcida faz para mim. Quando eu vejo a felicidade deles… Eu não vou parar com isso aí não”, disse Gabigol, artilheiro do Flamengo em 2019.

O jogador ainda tem sido criticado pelo estilo provocador nas comemorações. Porém, na mesma entrevista, Gabigol disse que não se sente um provocador. O atacante relembrou a única vez que considera ter errado ao brincar com o que não deveria após um gol.

“Eu acho que não provoco o time adversário. Comigo nunca teve uma briga sobre provocação. Eu faço comemorações diferentes. Fiz contra o Inter, fiz o chororô (contra o Botafogo). Acho que é normal. Todo mundo faz, mas quando sou eu, repercute de uma forma que eu não gostaria. Não provoco ninguém. Jamais faria isso”, explicou o camisa 9 do Flamengo.

“Não vejo como desrespeito. Quando eu fiz que desrespeitou, contra o São Paulo, que eu tinha 17 anos, pedi desculpas.”

O atacante do Flamengo negou de qualquer maneira que seja algum tipo de provocação aos adversários.

Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/xresenhacrf} {twitter#https://twitter.com/FlaResenhaNews} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget