No Maracanã, Flamengo homenageia garota vítima de bala perdida

EXTRA GLOBO: Diogo Dantas

O Flamengo homenageou, nesta quarta-feira, antes da partida contra o Internacional pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, uma homenagem à menina Ágatha Félix, que foi morta dentro de Kombi ao ser baleada nas costas na região da Fazendinha, no Complexo do Alemão, na madrugada do 21 de setembro. O clube prestou um minuto de silêncio à menina e outras três pessoas ligadas ao clube

Além de Ágatha, outros dois torcedores do Flamengo, Salim Sleman e Conrado Bueno, e um ex-funcionário do clube, José Pínto Ribeiro, foram homenageados com o minuto de silêncio.


De acordo com a família de Ágatha, o tiro que matou a menina partiu da PM durante uma patrulha na região. Parentes da menina disseram que os disparos foram dados em direção ao motociclista que passava pela Fazendinha, mas atingiu a menina. Já os PMs alegam que foram atacados de diferentes locais por criminosos da região, e revidaram os disparos.

Líder do Campeonato Brasileiro, com 45 pontos, três a mais que o vice-líder Palmeiras, o Flamengo tenta sua oitava vitória consecutiva no Brasileirão. Já o Inter, eliminado pelo Rubro-negro nas quartas de final da Copa do Brasil, está em quarto lugar, com 39 anos, e precisa da vitória para ter mais chances na briga pelo título.

O clube prestou um minuto de silêncio à menina e outras três pessoas ligadas ao clube

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget