Sandro Meira Ricci diz que juiz acertou em Flamengo x Inter

GLOBO ESPORTE: O primeiro tempo de Flamengo x Internacional, nesta quarta-feira, no Maracanã, foi repleto de polêmicas. Na visão de Sandro Meira Ricci, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira acertou nas três jogadas mais reclamadas pelos jogadores colorados. Já Salvio Spinola acredita que o juiz errou ao não assinalar pênalti de Rodrigo Caio em Guerrero.

A polêmica não demorou para começar. Logo aos 14 minutos, Gabigol invadiu a área e foi puxado por Bruno. O árbitro inicialmente mostrou cartão amarelo para o lateral-direito, mas na sequência, sem consultar o VAR, decidiu expulsar o colorado.



- Gabigol está em oportunidade clara de gol e é agarrado pelo Bruno. Pênalti, lance de cartão vermelho. Chama atenção porque o Luiz deu o cartão amarelo e logo depois deu o cartão vermelho. Se essa informação veio do árbitro de vídeo, o correto seria ir ao monitor, fazer o sinal de revisão e mudar a cor do cartão. Se essa informação veio da equipe de campo, não precisaria ir ao monitor - disse Meira Ricci.

Aos 37 minutos, Guerrero pediu pênalti de Rodrigo Caio, mas o juiz nada marcou. Os comentaristas de arbitragem discordaram na análise do lance. Na transmissão da TV Globo, Sandro Meira Ricci afirmou que não houve penalidade. No Premiere, Salvio Spinola opinou que o árbitro errou ao não assinalar o pênalti.

- O Rodrigo Caio realmente desequilibra o Guerrero, mas não entendo como um contato faltoso a ponto de marcar a penalidade - disse Ricci.

- Pênalti para mim. O Guerrero tem o movimento de chute e tem uma carga do Rodrigo Caio na perna do jogador do Inter sem ser na disputa da bola. O Rodrigo Caio não disputa a bola e vai de encontro à perna do Guerrero, e isso faz com que ele derrube o atacante do Inter. Eu marcaria esse pênalti - afirmou Salvio.

Na última polêmica da primeira etapa, aos 43 minutos, Guerrero foi expulso por reclamação. O atacante sangrava no supercílio após choque de cabeça com Rodrigo Caio em lance considerado normal pelos comentaristas de arbitragem. Muito irritado, o peruano mostrou o dedo médio para a linha lateral, chutou o ar e acabou expulso.

- Choque de cabeça totalmente involuntário fez o Guerrero sangrar, e ele já estava irritado com a expulsão do Bruno e aquela não marcação do que ele entendeu ser pênalti. Com essa irritação, reclamou muito da arbitragem do Luiz. Essa reclamação foi muito forte, a ponto de provocar o Luiz pedindo a expulsão. Não restou outra alternativa ao árbitro a não ser expulsar - disse Ricci.

A polêmica não demorou para começar. Logo aos 14 minutos, Gabigol invadiu a área e foi puxado por Bruno.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget