Bruno Henrique diz que o Flamengo 'precisava' de Jorge Jesus

GLOBO ESPORTE: O atacante do Flamengo Bruno Henrique concedeu entrevista exclusiva ao Esporte Espetacular (veja reportagem completa no vídeo abaixo) que foi ao ar neste domingo e falou sobre a grande final da Libertadores, no dia 23 de novembro, no Chile, contra o River Plate, da Argentina. Para o rubro-negro, os dois melhores da competição estão na decisão e os rubro-negros terão pela frente um rival "envolvente" e que "pressiona bastante". Mas não assusta!

- Assustar e preocupar acho que não. Porque são homens, iguais à gente. Tradição... Brasil e Argentina. Eles defendendo as cores deles, o clube deles, e a gente defendendo nossas cores, nosso clube. Um jogo de noventa minutos onde tudo pode acontecer. A gente vai, pra fazer o nosso jogo, jogando dentro ou fora de casa, respeitando... É um time envolvente também, que pressiona bastante. Posso dizer que os dois melhores times da Libertadores estão na final.



Para o jogador, pela forma como o Flamengo vem se apresentando, a chance de comemorar no final é grande. Ele rasgou elogios à torcida rubro-negra e ao técnico Jorge Jesus.

- Quando ele chegou, a gente via os vídeos que ele mostrava. E ficava: "Caramba, como que a gente vai fazer isso?". Com a qualidade que a gente tem, com o time que a gente tem, precisava disso. De uma pessoa que desse coragem. É fazer o que a gente faz hoje, dentro de campo. É um futebol muito bonito de se ver - disse o atacante.

A pedido do repórter Richard Souza, Bruno Henrique ainda escolheu os seus cinco gols mais especiais pelo Flamengo e apontou os jogos contra Botafogo (dois), Grêmio, Vasco e Internacional.

- Acho que eu to no meu melhor momento, no auge da minha carreira. Só assim pra poder concretizar isso tudo, ganhando títulos.

Sobre a torcida, ele citou que uma das músicas cantadas na arquibancada o emociona em especial ("Mengo, estou sempre contigo, somos uma nação..."):

- A gente fica muito pilhado dentro de campo ao ouvir esse hino aí, que eles sempre soltam. Setenta mil pessoas cantando um só hino. Às vezes eu paro no jogoolhando assim, dá um... Foge um pouquinho, né, do jogo. no foco. Arrepia.

Ele rasgou elogios à torcida rubro-negra e ao técnico Jorge Jesus.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget