Flamengo vence o Atlético-MG e abre 8 pontos na liderança

UOL: O Flamengo venceu o Atlético-MG por 3 a 1 na noite de hoje, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019. Vitinho, o nome do jogo, fez um gol e deu assistência para Willian Arão marcar. Reinier fez o outro dos cariocas no Maracanã. Nathan fez o único do visitante.

Com o resultado, o Fla chega a 55 pontos conquistados e fica oito à frente do Santos, vice-líder do torneio nacional. O Galo, por sua vez, segue com 31, com oito a mais que o Ceará, primeiro da zona de rebaixamento.

Jogadores do Flamengo comemorando gol contra o Atlético-MG - Foto: Marcelo Cortes
Quem foi bem: Vitinho
Substituto de Gabigol no setor ofensivo, o atacante fez uma boa partida contra o Atlético, na noite de hoje. Ele atuou pelo lado esquerdo do ataque e foi quem mais levou perigo à defesa do time adversário. O dono da camisa 11 deu assistência para Willian Arão marcar de cabeça no primeiro tempo e, na volta do intervalo, marcou um golaço após driblar Patric na ponta esquerda. Com o gol, ele encerra um jejum de quatro meses. Seu último gol foi diante do CSA, na vitória por 2 a 0 fora de casa, pela nona rodada do Brasileirão.

Quem foi mal: Ricardo Oliveira e Patric
Muito pela ausência de alguém que possa contribuir com a sua forma de jogar, o centroavante de 39 anos vive em queda livre no Atlético. Ele entrou como titular por causa do excesso de jogos disputados por Franco Di Santo na temporada e não manteve o nível do concorrente por uma vaga na equipe de Rodrigo Santana. Pelo contrário. O atacante foi muito mal e acabou substituído por Rodrigo Santana ainda no intervalo do compromisso ocorrido no Maracanã.

De volta à equipe por causa da convocação de Guga para a seleção brasileira sub-23, Patric voltou a cometer falhas que resultaram em gols do time rival. Ele tomou um drible de Vitinho no lance que ocasionou o segundo gol do Flamengo e não conseguiu afastar a bola na jogada que terminou com celebração do jovem Reinier.

Willian Arão cresce no Fla e coroa fase com fim de jejum de 2 meses
Willian Arão cresceu de rendimento sob o comando de Jorge Jesus. Titular absoluto do time desde a chegada do português ao Rio de Janeiro, o volante coroou a boa fase com um gol de cabeça no jogo de hoje. Ele aproveitou escanteio cobrado por Vitinho e mandou para o fundo da rede de Wilson. É o primeiro do jogador após dois meses sem estufar as redes. O último tinha sido contra o Grêmio, em 10 de agosto passado.

Nathan marca o 2º seguido e se consolida no Atlético-MG
Escalado como volante na ausência de Jair, lesionado, Nathan marcou pela segunda partida seguida no Campeonato Brasileiro. Ele já havia deixado a sua marca contra o Palmeiras, no fim de semana, e hoje voltou a balançar a rede. Ele aproveitou passe de Vinícius e fez bela jogada individual para estufar a rede adversária no Maracanã.

Reinier cresce após bronca e marca contra o Atlético
Em que pese a vitória do Flamengo sobre a Chapecoense no fim de semana, o garoto Reinier tomou uma bela bronca de Jorge Jesus após o jogo ocorrido na Arena Condá. No entanto, teve uma nova oportunidade entre os titulares na partida seguinte. Em campo contra o Galo, ele foi titular e levou perigo por muito tempo. Aos 30 minutos da etapa final, foi premiado com um gol.

Flamengo joga no campo de ataque, mas leva perigo pelo alto
O Flamengo foi superior ao Atlético-MG na noite de hoje. Com o time quase todo no campo ofensivo, o Rubro-Negro criou boas chances de marcar e controlou a partida por mais tempo que o adversário. Vitinho, Bruno Henrique e Éverton Ribeiro tiveram muita dificuldade para criar por baixo e precisaram forçar o jogo aéreo, mesmo com o adversário com três zagueiros altos - todos com mais de 1,90 metro. A equipe carioca, inclusive, levou mais perigo em lances deste tipo. Reinier, Willian Arão e Bruno Henrique fizeram jogadas deste tipo e assustaram o goleiro Wilson. Os chutes de longa distância também foram um artifício.

Atlético-MG começa fechado e inerte no ataque, mas melhora no 2º tempo
A proposta de jogo com três homens na zaga fez o Atlético jogar todo atrás da linha da bola contra o Flamengo no Maracanã. Os comandados de Rodrigo Santana apostaram em contra-ataques. No primeiro tempo, o time ficou muito fechado e sem alternativas para armar contra-ataques - Ricardo Oliveira ficou isolado no setor ofensivo sem conseguir levar perigo ao gol de Diego Alves. Por isso, os mineiros tiveram 28% de posse de bola contra 72% do time mandante. Na volta do intervalo, a situação mudou e o Galo passou a jogar mais adiantado. Marquinhos entrou na vaga de Ricardo Oliveira e, sem uma referência no ataque, os mineiros criaram mais que na etapa inicial.

Com o resultado, o Fla chega a 55 pontos conquistados e fica oito à frente do Santos, vice-líder do torneio nacional.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget