Milton Neves: Fla massacra Grêmio como se contasse com Pelé

BLOG DO MILTON NEVES: Pois é, meus amigos, no Dia do Rei, Jesus fez a festa!

E tem muito cara de pau que vem aqui neste espaço dizer que sou pé frio.

Cravei, há dias, que a final da Libertadores-2019 seria entre Flamengo e River Plate.

E não deu outra.

Mas difícil mesmo era prever que o Mengão se classificaria desta forma.

Com um massacre, um baile, um chocolate, uma surra, uma goleada histórica para cima do bom Grêmio de Renato Gaúcho.

Gabigol e Gerson comemorando gol do Flamengo - Foto: Delmiro Junior
E o Flamengo, claro, jogando de rubro-negro, como a Alemanha em 2014.

Sim, Renato Gaúcho teve a sua noite de Felipão.

E Jorge Jesus viveu 90 minutos de Rinus Michels, criando o "Carrossel Rubro-Negro".

O Flamengo joga hoje o "futebol total", já ganhou o Campeonato Brasileiro, levará a Libertadores contra o mediano River Plate e a CBF terá obrigação de buscar o "Mister" lá na Gávea.

Se ele conseguiu organizar até mesmo o Flamengo, que vivia de "cheirinhos" há anos, imagine o que poderá fazer com o nosso escrete canarinho…

E os primeiros convocados seriam Bruno Henrique e Gabigol.

A entrosada dupla do Mengão vive fase iluminadíssima, causando pesadelos nas zagas sul-americanas.

E, convenhamos, foi uma belíssima homenagem do Fla aos 79 anos de Pelé, não é mesmo?

Parecia até que o Rei do Futebol estava dentro de campo na festa rubro-negra no Maracanã.

Se ele conseguiu organizar até mesmo o Flamengo, que vivia de "cheirinhos" há anos, imagine o que poderá fazer com o nosso escrete canarinho…

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget