Reinier convive entre elogios e cobranças no Flamengo

UOL: A bronca pública de Jorge Jesus em Reinier repercutiu até mais do que a vitória sobre a Chapecoense, na Arena Condá. Substituído pelo português, o jovem foi cobrado ainda dentro do campo pelo "Mister", que, depois, deixou evidente como não gostou do preciosismo do jogador em determinados lances do jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

O temperamento forte de Jesus já é notório na Gávea, mas o treinador não faz distinção de idade ou status. Rafinha, Rodinei e Rodrigo Caio foram alguns dos que experimentaram a ira do técnico durante alguns jogos.

"O Reinier estava bem, mas tem 17 anos, tem de aprender muita coisa. Eu o tirei do jogo não por estar mal, mas ele fez algumas coisas que eu pedi para não fazer. Ele gosta de dar uma 'nota artística' quando o jogo não pede nota artística. Tirei para ele perceber que tem de jogar tecnicamente como sabe, mas quem manda sou eu", disse Jesus.

Reinier durante Chapecoense x Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
O entrevero não mudou em nada a opinião do comandante sobre um de seus pupilos, que foi liberado pela CBF para seguir no clube até que Rodrigo Caio e Gabigol voltem dos amistosos da seleção principal. Antes as baixas de convocados e contundidos, Reinier será novamente titular no jogo de amanhã contra o Atlético, às 20h, no Maracanã. Uma nova chance para trocar a reprimenda por elogios.

"É um jovem que já tem experiência de seleção. Ele tem 17 anos, mas é um menino que, em relação à maturidade, ao que é o jogo, tem uns cinco anos à frente. Vai ter um percurso brilhante. Vai ser mais um grande jovem. Tem coisas parecidas com um jogador brasileiro que foi muito cedo para o estrangeiro. Tem estilo e o perfil físico do Kaká", comparou o comandante rubro-negro.

No clube, Reinier é tratado com carinho especial desde que passou a integrar as divisões de base do clube. Jogador considerado com inteligência acima da média em sua categoria, alia visão de jogo com boa capacidade de conclusão. Cada vez mais integrado aos profissionais, o meia é a bola da vez para o Fla faturar uma nova bolada com um jovem formado na casa.

Ajustes finais no Ninho

O Flamengo tem mais um dia de trabalho até o compromisso contra o Galo. Sem Rodrigo Caio, que está com os comandados de Tite na seleção, a dúvida reside em seu substituto. Thuler e Rhodolfo são as alternativas para o setor.

Outro problema mais recente foi a contusão do atacante Berrío, que deixou o jogo contra a Chape com uma entorse no tornozelo e não será opção no Maracanã. Com 52 pontos, os rubro-negros lideram o Campeonato Brasileiro.

O temperamento forte de Jesus já é notório na Gávea, mas o treinador não faz distinção de idade ou status.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget