Título é questão de tempo

LANCE: Fabio Chiorino e Rodrigo Borges

Oito pontos. Enfim, a vantagem do Flamengo na liderança do Campeonato Brasileiro condiz com a diferença entre o futebol desempenhado pelo Rubro-Negro e o que os outros postulantes ao título apresentam até aqui.

Na vitória contra o Atlético, no Maracanã, o primeiro tempo acabou com gol de Willian Arão, 75% de posse e 10 finalizações. A velocidade do time de Jorge Jesus deixa os adversários perdidos em campo. Laterais, volantes, meias e atacantes trocam de posição o tempo todo, em uma orquestra afinada e letal. Nem mesmo a grande lista de desfalques mudou o panorama ontem.

Bruno Henrique em Flamengo x Atlético-MG - Foto: Marcelo Cortes
Na segunda etapa, o Flamengo soube assimilar o gol de empate e voltou tomar à frente em belo gol de Vitinho, que chegou a ser vaiado e terminou como o melhor da partida - ainda deu duas assistências. O controle continuou intacto, e o jovem Reinier fechou o placar.

O time que venceu 11 dos últimos 12 jogos está pronto para reconquistar a taça do Brasileirão dez anos depois. Vale o clichê: é só questão de tempo.

Na segunda etapa, o Flamengo soube assimilar o gol de empate e voltou tomar à frente em belo gol de Vitinho.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget