Arão destaca fator psicológico do Flamengo contra o Botafogo

COLUNA DO FLA: Como parar o Flamengo? Essa é uma das perguntas mais realizadas em programas esportivos no Brasil. Até então, poucos times conseguiram encontrar a resposta, mas muito vêm tentando. O Botafogo optou por uma estratégia um pouco duvidosa: provocar e cometer faltas excessivas em cima dos atletas do Rubro-Negro. Não deu certo.

O Flamengo venceu o Botafogo por 1 a 0, com gol aos 44 do segundo tempo. O duelo foi disputado no Engenhão. Willian Arão concedeu entrevista na zona mista do estádio e falou um pouco sobre o excesso de faltas do time Alvinegro. O meio-campista minimizou o ocorrido e alertou que não é a primeira vez que isso acontece.


— Isso tem sido a tônica das equipes que jogam contra nós: parar o time com bastante falta, não deixar a gente jogar, não deixar a gente ter muita bola… Não é só o Botafogo fazendo cera desde o início. Hoje foi mais uma vez. A gente sabia que eles tentariam, mas nos mantemos focados e procuramos o gol o tempo e saímos premiados -, disse o volante.

O Flamengo se reapresenta na tarde desta sexta-feira (08), no CT do Ninho do Urubu. O foco do Rubro-Negro é o Bahia, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo está marcado para às 18h (horário de Brasília), no Maracanã. Até então, mais de 50 mil ingressos foram vendidos de forma antecipada.

Willian Arão fala em tônica de equipes que entram para bater contra o Flamengo e diz: 'Só queremos jogar bola'.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget