Flamengo envia Olheiro para o Sul-Americano Sub-15 no Paraguai

GLOBO ESPORTE: Contratação mais cara da história do Flamengo, Arrascaeta foi peça fundamental nos títulos da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro e fez valer cada centavo dos cerca de R$ 80 milhões que o clube pagou por ele. Mas imagina o quanto a relação custo-benefício seria bem mais vantajosa se o Rubro-Negro tivesse encontrado e investido no uruguaio ainda garoto?

É com esse pensamento que o Flamengo, que cada vez mais aposta em jogadores estrangeiros, tenta se antecipar aos concorrentes no mercado sul-americano. Nesta semana, o Rubro-Negro enviou o observador técnico Thiago Melo para acompanhar de perto o Sul-Americano Sub-15 em Assunção, no Paraguai, torneio monitorado por grandes clubes europeus.

Foto: Divulgação
Olheiros do Liverpool, possível adversário rubro-negro na final do Mundial de Clubes da Fifa, também estão lá, assim como outros do Manchester City, da Inglaterra; do Real Madrid, da Espanha; do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia... Entre os clubes brasileiro, além do Flamengo, apenas o Athletico-PR mandou um observador para os primeiros dias de competição.

Em Assunção, Thiago Melo também monitora o rendimento dos dois rubro-negros convocados pela seleção brasileira sub-15: o centroavante Mateusão e o meia-atacante Matheus França, ambos reservas mas que vêm entrando regularmente nos jogos. O Flamengo já havia feito um monitoramento parecido no Mundial Sub-17, em que o meia rubro-negro Lázaro fez o gol do título e foi um dos destaques.

Contratações para base já começaram
O olhar para garotos sul-americanos não é de hoje, e o clube esse ano começou a apostar em nomes estrangeiros para a base. A Colômbia do ex-rubro-negro Cuéllar foi o alvo inicial escolhido para apostas "gringas". No primeiro semestre, o Flamengo buscou no país o atacante Luis Caicedo "Mesu" e o meia Richard Ríos, de 18 e 19 anos, respectivamente.

A tentativa com "Mesu" não deu certo, e o atacante já deixou o clube sem sequer ter estreado. Por sua vez, Ríos foi aprovado após cerca de dois meses de treinos no Ninho do Urubu e vem sendo bastante utilizado no time sub-20 rubro-negro. O meia, cria do futsal, tem sido titular na maioria das partidas e vem sendo elogiado internamente.

A área de captação de base do Flamengo está integrada ao Departamento de Scout (DS), que no profissional é comandado pelo ex-volante Fabinho. Nas outras categorias, o coordenador Luiz Carlos Junior conta com 10 observadores técnicos espalhados pelo Brasil na busca por jovens talentos. A área de atuação inclui observação em comunidades carentes em parceria com as prefeituras de cada cidade.

Em Assunção, Thiago Melo também monitora o rendimento dos dois rubro-negros convocados pela seleção brasileira.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget