Flamengo ganha mais um batedor de faltas

GOAL: A melhora de Willian Arão sob o comando de Jorge Jesus talvez seja o maior símbolo de como o Flamengo engatou uma sequência espetacular, que o coloca na esteira de ser campeão brasileiro além de ter levado o Rubro-Negro para a final da Libertadores.

Além do bom desempenho defensivo, no ataque e transições, Arão segue aparecendo bem ao marcar gols. Em 56 jogos considerando toda a temporada, foram cinco tentos.

E foi justamente após anotar, de cabeça, o seu último gol até o momento – na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético Mineiro, na 24ª rodada do Brasileirão – que Arão revelou um novo objetivo: virar referência nas cobranças de falta.

“Se tiver oportunidade, vou tentar bater ali, mas deixa quieto”, afirmou para a FlaTV na ocasião. Até aquele momento, o meio-campista jamais havia batido uma falta nas principais competições disputadas pelo Rubro-Negro. Mas o afinco nos treinos, para aprimorar o fundamento, causava admiração.

Willian Arão - Foto: Alexandre Vidal
Maior ídolo do Flamengo na história, Zico já disse inúmeras vezes que chegava a treinar até mesmo mil cobranças de faltas por dia. Ninguém contabilizou as tentativas de Arão, mas quis o destino que justamente após a sua primeira cobrança de tiro livre um recorde do Galinho de Quintino fosse igualado.

O Flamengo já vencia o Bahia, de virada, por 2 a 1 neste domingo (10), pela 32ª rodada. Na reta final do encontro, Arão bateu a sua primeira falta em jogos oficiais com o Flamengo: a bola estourou no travessão e Gabigol empurrou para as redes fazendo o 3 a 1, chegando a 21 gols neste Brasileirão e se igualando justamente a Zico como maior artilheiro rubro-negro em uma campanha de Série A.

Arão segue aparecendo bem ao marcar gols. Em 56 jogos considerando toda a temporada, foram cinco tentos.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget