Lincoln ressurge no Flamengo após três meses e vira opção

GLOBO ESPORTE: Até exibir o largo sorriso com o gol da vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Botafogo, quinta-feira, no estádio Nilton Santos, Lincoln teve poucos motivos para comemorar em 2019. As duas lesões musculares graves que teve o deixaram mais tempo no departamento médico do que em campo. Seu último problema foi justamente no jogo contra o Botafogo, no primeiro turno, no dia 28 de julho. O gol serve como um marco para tentar dar a volta por cima.

Este ano, Lincoln entrou em campo em apenas 14 jogos, e marcou dois gols. Para receber a chance do técnico Jorge Jesus, o atacante precisou provar que estava recuperado. Além do trabalho no Ninho do Urubu, ele passou a fazer um trabalho físico extra fora do clube, sob a supervisão do departamento médico rubro-negro.

Lincoln, jogador do Flamengo - Foto: Delmiro Junior
Lincoln adaptou desde a alimentação até as horas de sono. O fisioterapeuta Alex Evangelista o acompanha em até cinco horas diárias, com a utilização de equipamentos de última geração. O esforço valeu a pena. A recompensa veio em forma de gol no clássico.

- As duas lesões me atrapalharam muito para voltar a ficar em forma. Demorou até mais do que o esperado, mas trabalhando bastante conseguir voltar agora. Estou muito feliz. Passaram muitas coisas pela cabeça. Foi um gol muito importante. Procuro me posicionar bem dentro da área, foi isso que o mister me pediu. Fazer gol é muito importante, quem joga de "9" precisa sempre marcar - disse o atacante, que só deixou o estádio às 0h20 depois de muita espera para conseguir fazer o exame antidoping.

Desde que chegou ao Flamengo, Jorge Jesus pediu um centroavante. Balotelli esteve perto, mas não acertou. Lincoln estava lá, mas sem condições de jogo. Agora, a expectativa é de que o português tenha recebido um bom reforço.

- Precisava de um jogador com as características dele, precisava de um centroavante. Tem dado retornos positivos nos treinos. Lancei, ele fez o gol e deu a vitória ao Flamengo - disse Jesus.

Na comemoração, Lincoln manteve o estilo irreverente e fez o "chororô" para ironizar o rival.

- Não foi premeditado, foi no calor do momento. Acabei fazendo. Quando é de uma forma saudável, vale a pena - finalizou.

Com a vitória, o Flamengo manteve a liderança com oito pontos de vantagem sobre o Palmeiras, o segundo colocado. No próximo domingo, o Rubro-Negro encara o Bahia, no Maracanã. Mais de 50 mil ingressos já foram vendidos.

Este ano, Lincoln entrou em campo em apenas 14 jogos, e marcou dois gols.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget