Mudança de final para o Peru acaba sendo positiva pro Flamengo

BLOG DO MAURO CEZAR PEREIRA: Se o jogo decisivo entre Flamengo e River Plate valendo o título da Libertadores fosse para Montevidéu, os torcedores do River Plate invadiriam a capital uruguaia, separada de Buenos Aires pelo Rio da Prata. Em Assunção o estádio seria menor e a estrutura para receber tantos visitantes provavelmente insatisfatória. Lima surgiu como alternativa tecnicamente mais interessante para o time brasileiro, por uma série de razões.

Pela distância, além do preço das passagens, somado à desvalorização do peso argentino, a cidade peruana se apresenta como local de mais difícil acesso para os hinchas do atual campeão sul-americano. Embora dentro do estádio exista algo próximo de uma divisão de lugares entre os clubes, a maior proximidade de locais como a capital do Paraguai, que era cotada para receber a peleja, viabilizaria a viagem de argentinos que, agora, não mais irão.

Foto: Divulgação
Além disso, os hermanos tradicionalmente viajam, se deslocam pelo continente em contingentes muito superiores aos de brasileiros. Se a decisão voltasse para as vizinhanças do país, o ambiente no local da peleja seria, dias antes de a bola rolar, muito favorável ao River Plate e seus torcedores. Lima, de certa forma, pode neutralizar esse cenário, que era provável em Santiago, palco inicial da partida decisiva da Copa Libertadores 2019.

Em meio a tanta confusão, fica evidente a incompetência da Conmebol, que tenta imitar a Uefa com a final em jogo único em palco previamente estabelecido, mas não tem capacidade para tal. Além disso, a confederação sul-americana decidiu adotar tal formato como se não existisse o obstáculo logístico no continente, algo que na Europa não costuma ser problema devido às malhas ferroviária e aeroviária que bem conectam cidades e países.

Depois da confusa decisão de 2018 que foi parar em Madri, a de 2019 já entra para a história com o selo de falta de qualidade da Conmebol. Muito antes do pontapé inicial. Patético. Que seja a primeira e última nesse formato, que não se encaixa na cultura do futebol sul-americano e é obviamente inadequado, dentro da realidade do nosso continente.

A cidade peruana se apresenta como local de mais difícil acesso para os hinchas do atual campeão sul-americano.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget