Um Flamengo que vira e vence de diversas formas

BLOG DO MAURO CEZAR PEREIRA: O tema já pautou dos programas de debates a discussões de bar. Por que Jorge Jesus poupa tão pouco seus titulares? A falha dupla de Rodinei no gol do Bahia, que abriu o placar no Maracanã, ajuda a entender. Sem Rafinha, suspenso, o Flamengo voltou a escalar seu reserva, que falhara no empate com o Goiás e voltou a errar.

O líder do campeonato voltou após o intervalo com Reinier no lugar de Vitinho. De contrato renovado, o menino de 17 anos entrou para jogar como centroavante, Bruno Henrique abriu na esquerda e Gabigol foi atuar pela direita, setor que passou a depender menos das avançadas de Rodinei. E o camisa 9 deu os passes para os gols da virada.

Bruno Henrique e Reinier no Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Jogo perigoso para um Flamengo desfalcado e desgastado, contra um Bahia que caiu muito no segundo turno, mas tem as características para surpreender a equipe de Jorge Jesus, pela velocidade. Os 3 a 0 da Fonte Nova mostraram isso. Mas era um time ainda em formação o de Jesus.

Depois dos 2 a 1 no Fortaleza, atuando no Castelão, foi mais um duelo contra equipe do Nordeste no qual os rubro-negros precisaram virar. O primeiro no Maracanã com Jesus no clube. Imposição de um time que arranca forças de algum lugar.

Destaque para a atuação decisiva de Gabigol, autor de duas assistências e um tento, tudo na segunda etapa. E, claro, para o passe de Filipe Luís no início da jogada do gol de Bruno Henrique, o da virada. A distância aumenta para o vice-líder, Palmeiras, 10 pontos, e faltam apenas 18 a disputar.

A distância aumenta para o vice-líder, Palmeiras, 10 pontos, e faltam apenas 18 a disputar.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget