A Nação está em festa

Por Allan Titonelli Nunes

Quando Muhammad Ali derrotou Foremam disse: “Somente um homem que sabe o que sente ao ser derrotado pode ir até o fundo de sua alma e tirar dali aquilo que lhe resta de energia para vencer um combate equilibrado”.

Ele lutou pacientemente, desgastando o adversário até o 8 assalto, quando com Foremam cansado liquidou a luta, porque tinha fome de vencer. Os campeões não desistem, nem na adversidade.

O Flamengo soube usar a paciência a seu favor. Não deu chutões, parecia paciente até demais para a Nação, mesmo após levar um gol em erros individuais de sua defesa.

Torcida do Flamengo no título da Libertadores de 2019 - Foto: Staff Images
O sol escaldante diminuía visivelmente o ritmo do time e paralisou a torcida, incrédula com o time de guerreiros que o River foi. Porém, como em uma luta, não importa quem fez o seu melhor, tem que fazer o impossível e acreditar até o fim.

E foi assim, o sol baixou, a torcida acreditou e empurrou até o final. O time parecia sentir a força das arquibancadas, mas seguiu seu ritmo, com jabs preparatórios para o golpe certeiro. O River sentiu o esforço, e quando seu técnico pedia gritos de campeão na arquibancada Bruno Henrique parou, quando todos queriam que avançasse, dribla e coloca Arrascaeta na cara do gol, que serve Gabigol para um direto de esquerda e Knock down.

A torcida vai ao delírio, lembra que demoraram 38 anos para estar ali de novo, mas a comemoração transforma-se em expectativa com a possibilidade de intervenção do Var. Tudo confirmado explodem de emoção de novo, certeiros de que a vitória seria questão de tempo.

Com o adversário abatido e cambaleante o artilheiro não perdoa, preocupa, bola no cara, os zagueiros se encontram, deixando a guarda aberta, e a bola sobra para ele, que aplica um gancho mortal e nocauteia.

Torcida em euforia. Eu já sabia!!! Choros, abraços e beijos. O verdadeiro campeão não desiste, porque sabe que uma luta não termina antes do gongo final!!!

O Flamengo não deu chutões, parecia paciente até demais para a Nação, mesmo após levar um gol em erros individuais de sua defesa.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget