Flamengo só teme concorrência de Espanha e Portugal por Jesus

O GLOBO: A temporada do Flamengo já é um enorme sucesso esportivo. A classificação para a final garantiu chegar ao último jogo do ano, e talvez o mais sonhado dos 74 que o Flamengo terá disputado quando 2019 acabar, sem arranhões. Ainda assim, é óbvio que uma final de Mundial coloca muita coisa em jogo. Não a reputação deste time, mas alguns dos próximos passos rumo ao futuro. Há uma expectativa no clube, em todos os níveis da diretoria, sobre quais serão os próximos passos do técnico Jorge Jesus.

Antes e depois da vitória sobre o Al-Hilal, o técnico se referiu à próxima pré-temporada. Na entrevista coletiva, já classificado para a final de sábado, o técnico falou de uma forma clara:

— No dia 23 de janeiro começamos a pré-temporada.

Foto: Alexandre Vidal
Ainda assim, não existe uma certeza absoluta no clube de que tal fato irá se concretizar. E isto passa longe de criar um arranhão na relação com o treinador, cujo trabalho cumpriu com todas as expectativas. A única questão é uma ansiedade pela solução, já que Jesus, quando indagado, não se define. Os dirigentes entendem ter poucos sinais do que o treinador fará.

A expectativa é que o técnico renove o vínculo até dezembro de 2020, mas a ameaça na janela européia do meio do ano permanecerá. O temor é apenas que um grande clube ou uma seleção o tirem da Gávea. Da Espanha ou de Portugal.

Desta forma, nas conversas internas da diretoria, um possível sucessor é pauta. Até por questão de planejamento. E o currículo de Jesus faz os ventos levarem a nomes de treinadores estrangeiros, especialmente os portugueses. A troca por um nome do Brasil é, hoje, improvável, se necessária. O perfil "workaholic" do português e seus ideais ofensivos são os motivos.

Mas há quem considere a hipótese de que, diante de uma eventual conquista do título mundial, Jorge Jesus entenda não ter mais nada a ganhar no Flamengo, ainda mais que seu contrato vai até maio. Até lá, o treinador teria o Estadual, a fase de grupos da Libertadores e a Supercopa do Brasil, torneio que volta ao calendário em 2020 e deverá ser jogado em março, em jogo único.

Na diretoria, há quem opine que, com a possibilidade de perder Jesus no meio do ano, seria melhor iniciar 2020 com um nome definitivo. A tese contrária, contudo, é que o próprio treinador em poucos meses deu conta de uma revolução tática. E que quem chegasse no meio precisaria apenas seguir a correnteza.

Inglês atrapalha interesse de outras ligas

O trabalho do português elevou tanto o grau de exigência que tornaria a substituição em dezembro uma das mais difíceis da história do clube. Hoje, todos na diretoria do Flamengo acreditam em Jesus. Com ou sem o título do Mundial, o técnico já participa dos debates sobre contratações. Inclusive, sugeriu pré-temporada em Portugal, para ficar mais perto da família. Este é um detalhe que intriga o Flamengo.

A saudade de sua terra é vista por algumas pessoas mais próximas como motivo suficiente para voltar a trabalhar por lá. Os contantes relatos sobre a passagem pelo Brasil à imprensa portuguesa deixam claro a predileção por se comunicar com o povo de Portugal. Por lá, vez ou outra surgem notícias a respeito de interessados na Europa, comumente clubes de investimento médio.

A ideia de estar em outra grande liga, como a inglesa, onde foi cogitado, esbarraria um pouco na questão do idioma. Jorge Jesus não tem vivência e fluência no inglês, por isso o foco fora de Portugal é a Espanha. O desejo maior, já confessou, seria o Barcelona. Se for para sair para uma equipe média sem chances de títulos, pode ser mais feliz no Rio.

As cartas estão na mesa da diretoria do Flamengo. O presidente Rodolfo Landim pediu que os membros do futebol tratem a renovação com toda cautela do mundo, que deixem Jesus responder no seu tempo. A indefinição, porém, incomoda vários dirigentes, que se veem de mãos atadas para acelerar o planejamento da próxima temporada como um todo. Mas o Flamengo sabe que não pode se dar ao luxo de pressionar.

Há uma expectativa no clube, em todos os níveis da diretoria, sobre quais serão os próximos passos do técnico Jorge Jesus.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget