Napoli mostra ao Flamengo como vencer o Liverpool

BLOG DO JULIO GOMES: Cada jogo é um jogo, cada time é um time e, pelas características dos jogadores, não é fácil simplesmente copiar coisas no futebol. Senão, seria tranquilo, né?

Digo isso porque o Flamengo não é o Napoli, o Napoli não é o Flamengo. Mas o Flamengo vai precisar prestar muita atenção aos jogos entre Liverpool e Napoli na atual edição da Champions League.



Na Itália, o Napoli fez 2 a 0 – e com sobras. E nesta quarta, na Inglaterra, empate por 1 a 1, com o Liverpool arrancando um empate na parte final do jogo.



Jogo, aliás, que teve um VAR exemplar. Se fosse no Brasil, fatalmente teriam sido caçadas faltinhas nos dois gols do jogo. Mas o VAR não tem que interferir em lances de interpretação, que ocorreram na cara do juiz e em que a decisão de campo foi tomada.

Na Inglaterra, o Liverpool é imbatível, atropela todo mundo. Mas deu essas derrapadas na Champions e, para se classificar para o mata-mata, precisa pelo menos empatar com o Red Bull Salzburg na última rodada, na Áustria. Isso aí, se o Liverpool perder em Salzburg, estará fora na primeira fase. No primeiro jogo entre eles, em Anfield, o Liverpool vencia por 3 a 0, cedeu o empate e conseguiu fazer o 4 a 3.

Jorge Jesus vai precisar olhar com lupa para essas partidas do Napoli de Carlo Ancelotti.

Até porque o Napoli está longe de ser um timaço. O Flamengo, no meu ponto de vista, é melhor do que o Napoli, tem muito mais armas e mais talento individual.

O Napoli jogou, contra o Liverpool, partidas reativas, de contra-ataques rápidos, com muita eficiência nas finalizações. Não foram retrancas, foram atuações sólidas. Na Itália, apertou mais, na Inglaterra se defendeu mais. Mas é fato que a estratégia foi sempre dar pouco campo ao Liverpool.

O Liverpool gosta de ter campo para jogar, espaços (quem não gosta?). O jeito de jogar do Flamengo pode dar certo contra o Liverpool, mas pode também ser um suicídio tático. Não estou dizendo que Jorge Jesus precisa copiar o Napoli. Mas, no mínimo, precisa observar com muita atenção quais antídotos de Ancelotti deram certo contra o melhor time de futebol do mundo. São caminhos que podem ser percorridos (ou não).

O Napoli fez 2 a 0 – e com sobras. E nesta quarta, na Inglaterra, empate por 1 a 1, com o Liverpool arrancando um empate na parte final do jogo.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget