Flamengo atuou apenas 8 vezes com o time completo

EXTRA GLOBO: Marcello Neves

Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Se perguntar "qual é a equipe titular" para um torcedor do Flamengo, está será a resposta. Porém, esses onze jogadores só atuaram juntos oito vezes nos 39 jogos sob comando de Jorge Jesus, o que reforça o pedido do treinador por um elenco mais qualificado.

Esta análise foi feita por Jesus ainda no segundo semestre de 2019. Questionado por não poupar atletas ao longo do Campeonato Brasileiro, a justificativa era que havia uma disparidade grande entre titulares e reservas em determinadas posições no elenco. Isso fez a diretoria investir em reforços pontuais: não chegam com status de titulares, mas irão esquentar a disputa por posições.

Foto: Alexandre Vidal
Jogos do Flamengo 'ideal':

Flamengo 0 x 1 Liverpool - Mundial de Clubes

Flamengo 3 x 1 Al-Hilal - Mundial de Clubes

Flamengo 2 x 1 River Plate - Libertadores

Flamengo 5 x 0 Grêmio - Libertadores

Flamengo 1 x 1 Grêmio - Libertadores

Flamengo 3 x 1 Internacional - Brasileirão

Flamengo 1 x 0 Santos - Brasileirão

Flamengo 3 x 0 Palmeiras - Brasileirão

— Vamos contratar mais seis, sete jogadores para fazer o elenco mais forte. A equipe vai ficar mais forte porque é mais tempo de trabalho. Mas o grande adversário vai ser o Flamengo — declarou Jorge Jesus, ao canal "CMTV", de Portugal.

O Flamengo já anunciou as contratações do atacante Pedro Rocha e do zagueiro Gustavo Henrique. Além disso, encaminhou os reforços do volante Thiago Maia e do também atacante Michael. De quebra, tenta o centroavante Pedro, da Fiorentina.

Por outro lado, Rodinei deixou o clube rumo ao Internacional e Rhodolfo não renovou o contrato e assinou com o Coritiba. Orlando Berrío recebeu proposta do Cerro Porteño, do Paraguai, mas recusou. E Reinier tem a sua venda bem encaminhada para o Real Madrid, da Espanha.

Em 2019, Jesus perdeu nomes como Diego Ribas, Filipe Luís e Arrascaeta por motivos clínicos, além de vender Gustavo Cuéllar para o Al-Hilal, da Arábia Saudita. Disparidade esta que o Flamengo não deseja repetir em 2020.

O que reforça o pedido do treinador por um elenco mais qualificado. Esta análise foi feita por Jesus ainda no segundo semestre de 2019.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget