As primeiras pistas do Flamengo de Jorge Jesus em 2020

BLOG DO PVC: O Flamengo jogou bem.


Claro que não tão bem quanto no ano passado, até porque no segundo jogo com os titulares será impossível jogar no mesmo nível.


Isso é coisa para se cobrar a partir da Supercopa do Brasil, domingo que vem (16), contra o Athletico Paranaense.


Sem jogar em nível brilhante, o Flamengo ganhou bem do Madureira. O tricolor suburbano venceu seus três primeiros jogos e tinha chance de classificação.


Ou seja, não era tão fácil a vitória, como parece.


Pedro, Gabigol, Gustavo Henrique, Michael e Bruno Henrique no Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
O primeiro gol só veio com Gabriel, aos 16 minutos do segundo tempo, porque o primeiro tempo foi sem graça. Nos dez primeiros minutos, a torcida, consciente, não gritou. Um minuto de silêncio para cada um dos dez garotos mortos há exatamente um ano.


À parte a homenagem inteligente, o Flamengo fez do segundo tempo um pequeno baile. Só ele jogou, criou oportunidades, teve gol anulado de Léo Pereira, antes das jogadas definitivas de Gabriel e Pedro.


A jogada do segundo gol foi toda construída por Michael, agora pelo lado direito e, pela segunda vez, criando lance decisivo. Não se intimida.


Sobraram homenagens das arquibancadas, faltaram da diretoria. Até mesmo o calção negro, do luto depois da morte de Gilberto Cardoso, em 1955, e de Geraldo, em 1976. Os calções amarelos do Madureira, não impediam o luto na parte baixa do uniforme, como se tornou tradição no Flamengo.

O Flamengo ganhou bem do Madureira. O tricolor suburbano venceu seus três primeiros jogos e tinha chance de classificação.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget