Clube que mais contratou, Fla ainda teve lucro de R$ 26 milhões

GLOBO ESPORTE: Em mais uma janela de início de ano, o Flamengo foi protagonista no mercado. Entre vendas importantes, como a de Reinier para o Real Madrid, e contratações de peso, como Gabigol, o clube também conseguiu bom resultado financeiro: um lucro de, no mínimo, 5,7 milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões na cotação atual).

Mesmo com a grande temporada de 2019, o clube perdeu apenas um titular do time campeão brasileiro e da Libertadores: o zagueiro Pablo Marí, negociado com o Arsenal numa transação que pode render até 16 milhões de euros - deste valor, 8 milhões de euros estão garantidos. A outra perda foi o jovem Reinier, vendido ao Real Madrid por 30 milhões de euros.

Gabigol e Rodolfo Landim no Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Apesar do dinheiro em caixa, a diretoria rubro-negra, com o vice-presidente de futebol Marcos Braz e o diretor Bruno Spindel, garimpou o mercado em busca de bons negócios. Eles são simbolizados por empréstimos sem custos, como o de Pedro Rocha. Além dele, o clube também trouxe temporariamente o volante Thiago Maia e o atacante Pedro. Todos com passe fixado.

- Acho que o saldo é muito positivo. Trouxemos três jogadores por empréstimo. Se o Flamengo quiser exercer a compra, já tem todos os pontos acertados da parte trabalhista. O Flamengo se sente muito confortável. Está todo mundo de parabéns. Acho que o Flamengo fez uma janela acima da média na questão financeira também. Fizemos bons negócios - disse o vice-presidente de futebol, Marcos Braz.


A receita gerada pelas vendas foi, em parte, reinvestida, com o objetivo de qualificar o elenco para brigar por mais títulos no ano. A principal contratação foi a de Gabigol, artilheiro do time em 2019, contratado em definitivo à Inter de Milão por pouco mais de 16,5 milhões de euros. Um detalhe importante: nos casos de Gabriel e Michael, por exemplo, o pagamento será parcelado.

Na zaga, o exemplo também é importante: para o lugar de Marí, o clube trouxe Léo Pereira, que era a primeira opção para o setor desde o início de 2019, por um valor abaixo do que recebeu pelo espanhol.

- Após a venda do Marí, conseguimos um jogador novo, que passou em seleções de base (Léo Pereira). O Flamengo foi ágil - ressaltou Braz.

Com o fechamento das janelas de transferência da Europa, o Flamengo agora corre menos risco de perder jogadores. Ainda há a possibilidade de contratações, até o dia 2 de abril, mas isso é considerado improvável pela diretoria.

- Não vou falar de contratação, porque efetivamente não tem nada. Existem algumas janelas que possibilitam a vinda de jogador para cá. Se tiver oportunidade no mercado que seja factível, a gente analisa - completou Braz.

Ainda há a possibilidade de contratações, até o dia 2 de abril, mas isso é considerado improvável pela diretoria.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget