Flamengo nega negociação com lateral e Renato Augusto

LANCE: Após a conquista do título da Recopa Sul-Americana, nesta quarta-feira, com vitória por 3 a 0 sobre o Independiente del Valle, no Maracanã, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, atualizou a situação de possíveis negociação para reforçar ainda mais o elenco. Mas o dirigente apenas negou que o clube tenha conversas por um lateral-direito e com Renato Augusto.

- Conversa fiada, lateral-direito tem os dois aí, os dois são campeões, os laterais direitos estão aí. Hoje não é nem dia de falar disso, o Flamengo foi campeão. Não procede, falaram até em troca o Diego Ribas, não tem nada disso. Mas não vou ficar aqui o dia todo desmentindo jornalista ou qualquer outra pessoa porque tem que se respeitar a informação da pessoa. Eu sempre respeito - afirmou Marcos Braz, na zona mista do Maracanã.

Marcos Braz, dirigente do Flamengo - Foto: Marcelo Cortes

Filmado conversando com Renato Augusto em um camarote da Marquês de Sapucaí, durante o carnaval do Rio de Janeiro, Braz também negou que tenha alguma negociação pela volta do jogador revelado pelo Flamengo.

- Não é nada, grau de loucura máxima. Eu vi o Renato Augusto quando subiu para o profissional. Era uma outra concepção, era outro Flamengo, eu era diretor de futebol, ele tinha 17, 18 anos... Não vou falar que é meu amigo pessoal, mas tenho uma relação boa com ele. A gente se encontrou no carnaval e ficamos conversando, falando de Flamengo, falamos da gripe lá na Ásia... A gente ficou conversando. Fizeram uma filmagem escondida, mas é normal, tranquilo. Falamos muito pouco de Flamengo. Falamos de como é a vida lá na Ásia, de amigos que temos em comum.

Nesta quarta-feira também foi definido que o Barcelona, do Equador, será adversário do Flamengo na fase de grupos da Libertadores, ao lado do próprio Independiente Del Valle, rival na Recopa, e Junior de Barranquila. Braz também comentou sobre o planejamento para a competição, que começa na próxima semana.

- Quem falar que está fácil, não conhece nada de futebol. Só pedreira, logística ruim, você precisa viajar muito. São países lindos, mas são longes do Rio de Janeiro, precisa fazer 5, 6 horas de viagem, precisa jogar na altitude, tem que ter muito cuidado. Vai jogar o campeão e todo mundo gosta de ganhar do campeão - finalizou Braz.

Marcos Braz atualizou a situação de possíveis negociação para reforçar ainda mais o elenco.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget