Gabriel Jesus, Gabigol, ou os dois?

POSSE DE BOLA: Por Arnaldo Ribeiro

Gabriel Jesus foi decisivo pelo seu Manchester City contra o Real Madrid pela Champions League. Quando o time parecia encurralado, marcou o gol de empate de cabeça - empurrando a equipe de Guardiola para a virada épica. De quebra, tirou o principal jogador do Real Madrid do sério. Sergio Ramos foi expulso.

Desta vez Jesus foi titular, deixando o ídolo Aguero no banco. Mais uma vez Jesus foi fundamental. O personagem de um jogo gigantesco.

Gabigol, atacante do Flamengo - Foto: Marcelo Cortes
Jesus sempre foi um dos preferidos de Tite, desde as primeiras convocações. Mas ganhou concorrentes de peso nos últimos tempos. O principal deles é Gabigol, do Flamengo. Quem tem mais bola para comandar o ataque da seleção hoje?

Gabigol, artilheiro do Brasil nas duas últimas temporadas, brilha e sobra por aqui. Jesus, além da competição interna com Aguero, enfrenta os principais zagueiros do mundo. Joga a Champions e a Premier League.

Idades próximas, características distintas. Jesus é destro, participa mais do jogo sem a bola, é mais versátil. Gabigol é canhoto, mais letal, finaliza como ninguém. Mais técnico.

Os dois combinam. Podem se completar. Alguém se lembra do ataque da seleção olímpica, que ganhou a inédita medalha de ouro para o Brasil? Tinha Jesus. Tinha Gabigol. E tinha um terceiro: Neymar. Por que não de novo, Tite? A conferir na próxima convocacão.

O principal deles é Gabigol, do Flamengo. Quem tem mais bola para comandar o ataque da seleção hoje?

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget