Jorge Jesus indica 'vida dura' para reforços do Flamengo

UOL: Com o elenco de 2020 ainda mais encorpado em relação ao grupo que levantou as taças do Carioca, do Brasileiro e da Libertadores em 2019, o Flamengo inicia o ano de olho no futuro, mas com um pé no passado.

Ainda que Gustavo Henrique, Pedro Rocha, Thiago Maia, Pedro, Michael e Léo Pereira tenham chegado ao Ninho do Urubu sob a benção de Jorge Jesus, fato é que a espinha dorsal do ano passado ainda começa a temporada atual com o prestígio em alta, e a promessa é de vida dura para as novas caras.

Desses que desembarcaram na Gávea, quem tem a situação melhor encaminhada é Gustavo Henrique, que já iniciou o jogo diante do Resende (vitória por 3 a 1) e, ao menos em tese, é o dono da posição depois da saída de Pablo Marí para o Arsenal-ING. O jovem Léo Pereira, porém, foi o último reforço a chegar, tendo sido apresentado apenas nesta terça (4).

Pedro, Bruno Henrique, Gabigol e Filipe Luís no Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Com apenas oito dias de treino, o Fla voltou a campo com uma formação praticamente idêntica ao "11 ideal" que foi arrasador no ano passado. Além da entrada do defensor revelado pelo Santos, a outra "novidade" foi Diego, que substituiu Gerson no meio-campo.

"Claro que agora temos repertório muito maior e melhor para jogar com mudanças de jogadores, face às competições em que estamos inseridos. Não é meu hábito fazer muito isso de rodar, eu escolho os melhores do momento. Dou um exemplo: o Liverpool joga sempre com os mesmos", indicou o Mister.

A preferência por definir um time e dar entrosamento não significa, no entanto, que as posições estão garantidas no Rubro-Negro. Com mais opções na mão, Jesus quer que a disputa interna faça o nível subir cada vez mais e a concorrência deverá ser das mais acirradas por uma vaga.

"Só nos faltou ano passado a cereja em cima do bolo. Era importante valorizar nosso elenco, com contratações cirúrgicas. Pensamos em jogadores ideais para as carências da equipe. Hoje o Flamengo é uma marca de qualidade", disse o português.

Contra a equipe do Sul Fluminense, Michael e Pedro foram acionados no segundo tempo e passaram com louvor no teste da estreia. No sábado (8), a equipe recebe o Madureira, às 18h, no Maracanã, e a tendência é que a formação seja pouco ou nada mudada.

Desses que desembarcaram na Gávea, quem tem a situação melhor encaminhada é Gustavo Henrique.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget