Landim diz que objetivo do Flamengo em 2020 é conquistar tudo

GLOBO ESPORTE: Presente na apresentação oficial de Gabriel, Rodolfo Landim fez um balanço do Flamengo na janela de transferências. De acordo com o presidente, a grande preocupação foi a manutenção dos principais jogadores do grupo de Jorge Jesus.

- É difícil chegar no topo, mas muito mais difícil se manter no topo. A primeira preocupação foi a manutenção desse elenco, esse esforço que estamos vendo com o Gabigol é importante, mas outros também foram. A renovação de jogadores fundamentais, como caso do Arão, do Bruno Henrique, do Everton Ribeiro, sem falar do Gabriel. É muito difícil. O que a gente vê em muitos casos é que se forma o time, esse time atinge um nível vitorioso e no ano seguinte você vê o time desmontar. A primeira preocupação foi a manutenção desse elenco. Estender contratos e garantir a permanência de jogadores. Queremos vitórias como tivemos em 2019 - afirmou Landim.

Foto: Reprodução
Dos 11 titulares em 2019, apenas Pablo Marí não segue no grupo. A busca por reforços, de acordo com Landim, foi pensada já visando o extenso calendário e obedecendo os limites financeiros do clube.

- Nesse planejamento de 2020 tivemos uma mensagem clara. Às vezes ouço na imprensa, "será que está fazendo de forma racional, está com equilíbrio?". Sim, tudo planejado, com passos firmes. Essa mudança no nosso grupo, tivemos algumas saídas. Na medida que vamos qualificando o grupo, fica um desafio maior para que os jogadores que a gente forma na base consigam a colocação em outros clubes, até para poder voltar para o Flamengo no futuro, porque temos um número limitado no elenco.

- Tivemos a saída do Yago para o RB Bragantino, venda do Matheus Sales e do Reinier, empréstimos do Vitor Gabriel, para o Braga, e Rodinei, para o Internacional. Agora a saída mais recente do Pablo (Marí). Em compensação, na linha de buscar um elenco qualificado, trouxemos jogadores de nível de Seleção, como Gustavo Henrique e Léo Pereira, de seleção de base. O Thiago Maia, campeão olímpico; Pedro Rocha, um grande jogador, deixou o Grêmio para o exterior. Pedro, jogador de seleção brasileira, e o Michael, um jogador colocado por todos como grande destaque do ano passado.

Todo o esforço da diretoria vem acompanhado de metas ousadas. Após os títulos de Carioca, Brasileiro e Libertadores em 2019, o planejamento é ainda mais ousada na atual temporada.

- Sem arrogância alguma, sem nada, se por um lado a gente conquistou muito, acho que nosso foco tem que ser conquistar tudo. Conquistamos algumas coisas, mas nosso objetivo é nos preparar para ganhar tudo. Temos uma série de novas competições para disputar: o Estadual, a Supercopa, a Recopa, torneios logo no início, uma sequência de jogos muito difícil. Vamos pegar como se a gente tivesse chegando no fim do ano, com decisões. E vem Copa do Brasil, Brasileiro, Libertadores e Mundial de Clubes.

De acordo com o presidente, a grande preocupação foi a manutenção dos principais jogadores do grupo de Jorge Jesus.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget