Menon culpa Landim por gritos de 'time assassino' ao Flamengo

BLOG DO MENON: Um grito ecoa nos estádios onde o Flamengo desfila sua exuberância futebolística.
Um grito oportunista. Os que gritam, estariam calados se o incêndio fosse em seu clube. O grito não clama por Justiça e nem é regido pela solidariedade. Pouco se importam com a apuração da morte dos Meninos do Ninho. Querem apenas lembrar da mancha que cobre o Clube de Regatas Flamengo pela ação e omissão de seus dirigentes.
Ação por deixar acontecer. Omissão por não darem explicações.
A culpa é de Rodolfo Landim, que trata as vítimas do caso com total insensibilidade. Sem acordo com os pais dos mortos. Sem sensibilidade com os sobreviventes. Foram despedidos.
Foto: Divulgação
Há uma CPI na Assembleia Legislativa do Rio para tratar de incêndios como o do Flamengo e do Museu Nacional.
Landim não compareceu. Seu vice também não. Serão levados sob condução coercitiva na próxima semana.
O recado é claro. Estamos acima da Lei.
E o CEO que impediu os pais das crianças de visitarem o local para acender velas antes das 16 horas? Depois, "magnânimo", mudou de ideia.
O triste "apelido" de time assassino já pegou. Landim poderia ter resolvido isso. Talvez nem precisasse mexer no orçamento do clube.
Sugestões:
1) O lançamento de uma camisa bonita sobre o tema, com arrecadação voltada exclusivamente para pagar as indenizações.
2) Uma vaquinha online.
3) Um amistoso internacional.
E quanto seria pago? Tudo o que pedem?
Sim. O máximo possível. O Flamengo é milionário?
Ah, mas se estiverem exagerando?
Paga. Paga logo. O contêiner era do Flamengo. O Flamengo é responsável pela incompetência de quem colocou crianças ali.
Paga, Landim.
Ou ouça seu clube ser chamado de assassino.

A culpa é de Rodolfo Landim, que trata as vítimas do caso com total insensibilidade. Sem acordo com os pais dos mortos.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget