"O Gabigol sobrou, jogou demais", exalta comentarista sobre final

SPORTV: O Flamengo conquistou mais um título nesta quarta-feira: o da Recopa Sul-Americana. E um dos destaques da vitória por 3 a 0 sobre o Independiente del Valle foi Gabriel Barbosa. O atacante abriu o placar da partida e ainda participou dos outros dois gols, ambos marcados por Gerson. Para o comentarista Raphael Rezende, o camisa 9 foi o melhor jogador da partida.

- O Gabigol sobrou, jogou demais. A gente falava do que foi o impacto do Bruno Henrique no jogo de ida, fundamental no 2 a 2. E tivemos um Gabigol que sobrou no jogo hoje, fez tudo o que precisava. O primeiro gol tem uma colaboração gigante da linha defensiva do Del Valle, mas ele aparece bem, aproveita e coloca para o gol vazio - afirma o comentarista, presente na bancada do "Troca de Passes".

Gabigol - Foto: Marcelo Cortes
- Ele é quem manda no jogo. Ele constrói a jogada do segundo gol, participa da jogada do terceiro com um tapa de primeira. Foi o nome da final, completa ele.

- Ele quebrou várias paradigmas no Flamengo. Quebrou o paradigma de que o Flamengo sempre contratava o artilheiro do campeonato anterior e não tinha sucesso. Ele chegou e foi artilheiro novamente. E, no ano seguinte, já tem seis gols em seis jogos - concluiu.

Quebrou o paradigma de que o Flamengo sempre contratava o artilheiro do campeonato anterior e não tinha sucesso.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget