Time principal do Flamengo estreia retorna contra o Resende

UOL: O calendário apertado e as muitas taças em disputa fizeram o Flamengo remanejar o seu planejamento inicial. De volta das férias apenas no dia 27 de janeiro, o grupo já trabalha a todo vapor. Parte dos astros rubro-negros já vai a campo na segunda-feira (3), exatos oito dias após o retorno do descanso. O plano anterior previa a escalação dos garotos da casa até o fim da Taça Guanabara.

Para encarar o Resende, às 20h, no Maracanã, o técnico Jorge Jesus decidiu escalar o time mais forte que tiver em mãos, independentemente do tempo de descanso que os novos reforços e os jogadores que disputaram o Mundial de Clubes tiveram. Em sua primeira coletiva na volta ao Ninho, o Mister não havia deixado claro se os que recomeçaram mais tarde já seriam usados.

Gabigol em treino do Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Já íntimo da casa, Gabigol foi um dos últimos a se apresentar para os trabalhos, visto que a negociação que resultou na compra dos seus direitos demandou mais tempo. Após o treino de hoje (1), o jogador será reapresentado e tomará posse novamente da camisa 9. Regularizado e com as devidas formalidades superadas, ele tem boa chance de pintar já neste próximo compromisso.

Com exceção de Rodrigo Caio, que sofreu um corte no joelho, todos os aptos deverão ser relacionados. Ontem (31), os atacantes Michael e Pedro Rocha, e o zagueiro Léo Pereira tiveram suas inscrições efetivadas, mas ainda não terão condição de jogo nesta rodada, visto que o prazo regulamentar não foi cumprido. Pedro, Thiago Maia e Gustavo Henrique já têm o sinal verde. Com o elenco ainda mais recheado, a expectativa é que a disputa interna seja das mais acirradas.

"Ninguém ganhou títulos no papel. Há uma maior concorrência interna e isso é maravilhoso. Importante é que a ambição siga do mesmo jeito", disse o lateral-esquerdo Filipe Luís.

A antecipação da entrada da constelação rubro-negra em ação deve-se especialmente ao jogo da Supercopa, diante do Athletico, dia 16, em Brasília. Ainda que a taça não seja a mais relevante em disputa na temporada, a conquista garante R$ 5 milhões ao campeão e mais uma volta olímpica. Depois das conquistas em série em 2019, o time terá de conviver com as cobranças por novos feitos.

"Começa tudo do zero. Ninguém vive de passado. Se não jogar bem no Carioca, as críticas vão vir", admitiu Filipe.

Regularizado e com as devidas formalidades superadas, Gabigol tem boa chance de pintar já neste próximo compromisso.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget