Vídeo: Neto detona Jorge Jesus, e leva invertida de Edílson

COLUNA DO FLA: O Flamengo iniciou a disputa do Campeonato Carioca com equipe alternativa e, mesmo após o elenco principal ‘assumir o controle’, o técnico Jorge Jesus já deixou claro que a competição não é prioridade para o Rubro-Negro. Em meio a isso, Neto, ex-jogador e atual apresentador da Rede Bandeirantes, apontou a atitude como uma falta de respeito aos rivais, ideia que foi contestada por Edilson Capetinha, também ex-jogador.


A divergência ocorreu durante exibição do programa “Os donos da bola”, na versão paulista. Em sua análise, Neto afirmou que o técnico precisava reconhecer rivais como Botafogo, Vasco e Fluminense, porém, não era isso que acontecia na prática.



– O Jorge Jesus faltou com respeito aos rivais. Ele disse que o campeonato é uma pré-temporada, que ele está treinando. Então ele não respeita o Botafogo, o Vasco, não respeita ninguém. Então a torcida não precisa ir, não precisa ninguém ir. Ele respeita aonde?


Sem pestanejar, Capetinha defendeu o treinador rubro-negro, afirmando que há respeito, sim. Além disso, ele complementou dizendo que nem mesmo as equipes grandes do Rio têm se valorizado, portanto, o Mister não teria a obrigação de assim fazer:


– Ele respeita sim. E ele nem tem que respeitar esses times. Esses times que têm que se respeitar. O Vasco está horrível, o Botafogo pior ainda. Fluminense… Eles não se respeitam, não é o Jesus que tem que respeitar – foi como retrucou Edilson.


Atual campeão carioca, o Flamengo ocupa a vice-liderança do Grupo A e pode garantir vaga na semifinal da Taça Guanabara neste sábado (08), quando encara o Madureira, no Maracanã. A bola rola para o duelo às 18h, e o estádio estará lotado, uma vez que cerca de 60 mil ingressos foram comercializados. Vale destacar que, ao longo da partida, serão prestadas homenagens às vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, que culminou na morte de dez garotos das categorias de base do Fla. Isso porque, a tragédia completa um ano nesta data.

Neto afirmou que o técnico do Flamengo precisava reconhecer rivais como Botafogo, Vasco e Fluminense, porém, não era isso que acontecia na prática.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget