Amazon reforça desejo de patrocinar o Flamengo

GLOBO ESPORTE: Paciente e confiante, o Flamengo aguarda o desenrolar da quarentena contra o coronavírus para concluir a negociação por um novo patrocinador master.

Com negociações avançadas, a americana Amazon já sinalizou com a manutenção do interesse na parceria, mas adota precaução de olho nos rumos da economia mundial para finalizar as tratativas. Precaução que vai ao encontro da necessidade do Rubro-Negro, que vê as questões burocráticas travadas pela impossibilidade de levar a pauta para votação no Conselho Deliberativo.

Foto: Divulgação
O estatuto do clube não prevê alternativa para realização de reuniões não presenciais e não há possibilidade de aprovação de um novo patrocinador sem passar por esses trâmites. Parte dos conselheiros entendem que em caso de extrema necessidade uma alternativa seria debatida, mas não enxergam este cenário no momento.

A realização de uma votação por videoconferência é tratada como inviável no momento, visto que muitos conselheiros são idosos e não são tão familiarizados a novas ferramentas tecnológicas. Com o contrato com a BS2 em vigor até o fim de 2020, há um consenso de que o Flamengo tem condição de aguardar o fim da crise para concluir a negociação.

Do ponto de vista da negociação, o clube entende que é o momento de aguardar novos movimentos da Amazon para ajustar os últimos detalhes da parceria e se mostra compreensivo diante dos efeitos do coronavírus na economia. No início das negociações, a expectativa rubro-negra era de que o patrocínio se aproximasse da casa de R$ 40 milhões por ano incluindo variáveis.

Pacote do Maracanã e sócio-torcedor
A flexibilidade do Flamengo na negociação pelo novo patrocinador é a mesma que adota ao olhar para si próprio diante do cenário mundial atual. Os departamentos financeiro e de marketing do clube observam movimentações externas e avaliam o que fazer em casos importantes envolvendo a relação de parceria com os torcedores.

O Rubro-Negro ainda não decidiu o que fazer o programa de sócio-torcedor "Nação Rubro-Negra", nem com o pacote de jogos no Maracanã vendido ainda no final do ano passado (que contempla todas as partidas no estádio para 2020). O Flamengo entende que é o momento de aguardar novas movimentações no calendário do futebol nacional e que precisa equalizar a questão para que seus clientes não sejam lesados. Entretanto, não há soluções em debate até o momento.

No início das negociações, a expectativa rubro-negra era de que o patrocínio se aproximasse da casa de R$ 40 milhões por ano incluindo variáveis.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget