Jorge Jesus passará treinamento aos jogadores via aplicativo

ESPN: Rumo a Portugal, Jorge Jesus foi ao encontro do carinho da família em tempos de pandemia global. A conexão com o lado rubro-negro, no entanto, permanece intacta mesmo a um oceano de distância. Ainda que as atividades estejam paralisadas no Ninho do Urubu devido ao coronavírus, o técnico vai monitorar os treinamentos dos atletas com sua comissão técnica. O Flamengo buscou uma parceria com um desenvolvedor português de um aplicativo capaz de realizar as tarefas e até administrar as cargas necessárias ao grupo campeão brasileiro e da Libertadores. Um aplicativo que nasceu inspirado, em parte, em ideias do próprio treinador.

"O treinador é inventor", disse JJ, como é chamado em seu país, enquanto comandava equipes portuguesas. A frase pegou e mesmo no Brasil Jorge Jesus, sempre sem economizar palavras, não cansa de dizer que tem um método único e criado por ele próprio para treinar equipes de futebol. Inspirado nesta frase e em outras de José Mourinho - "o treinador deve criar sua própria identidade - o também técnico e português João Daniel Rico teve ao lado do sócio Acácio Santos a ideia de criar um aplicativo para ajudar os técnicos em suas metodologias, mesmo à distância. Nasceu, então, o Coach ID. A ideia encaixou como uma luva no momento do Flamengo: uma comissão técnica a mais de sete mil quilômetros do elenco e com a necessidade de supervisioná-lo para mantê-lo ativo enquanto a pandemia obriga o distanciamento social como melhor prevenção. Por meio de um contato com o preparador físico rubro-negro Márcio Sampaio, a parceria foi feita, mas sem valor comercial. O Flamengo utiliza o aplicativo e recebe consultoria enquanto a empresa do software busca uma valorização no exposição no cenário internacional.

Foto: Alexandre Vidal
O aplicativo já está em uso pela comissão técnica rubro-negra e jogadores há alguns dias. Na última semana os atletas receberam kits com equipamentos da academia do Ninho do Urubu para realizar atividades em casa. A planilha de atividades diárias é montada pela equipe de Jorge Jesus em uma versão do aplicativo para o técnico, na qual sua equipe monta o arquivo na plataforma com todos os dados individuais e coletivos e concede acesso aos atletas. Os jogadores recebem as instruções para treinamentos em uma versão do software própria para o elenco. Ao fim da atividade, o jogador reporta no app a chamada percepção subjetiva de esforço, numa escala de 1 (sem esforço) a 10 (máxima intensidade).

"É bem científico. Com este dado depois temos um cálculo, uma métrica no aplicativo que permite ao treinador fazer a gestão da carga em termos de carga aguda ou carga crônica. Ou seja, fazendo uma média entre os últimos cinco dias da semana e os últimos 28 dias", explicou João Daniel Rico ao ESPN.com.br

A partir desta análise uma sinalização verde, amarela ou vermelha aponta se a carga destinada ao atleta está leve, ótima ou pesada. No dia seguinte ao treinamento, o jogador indica a sua escala de bem-estar com o trabalho ao reportar como se sente em cinco quesitos: cansaço, qualidade do sono, dor muscular, nível de stress e humor. A partir daí, a comissão técnica rubro-negra pode adaptar os treinamentos de forma individual, com especificidades de cada jogador. Por meio de um chat dentro do aplicativo, o atleta rubro-negro pode tirar dúvidas e conversar diretamente com o profissional da comissão técnica para alinhar o planejamento a ser adotado. Jorge Jesus e sua comissão técnica têm contrato com o Flamengo até meados de junho e negociam renovação do vínculo, ainda emperrada pela falta de acerto financeiro. As conversas continuam de forma virtual entre Brasil e Portugal. Pelo acordado, tão logo as atividades possam ser retomadas no Ninho do Urubu, Jorge Jesus e sua comissão retornam ao Rio de Janeiro, onde permaneceu apenas o preparador físico Mário Monteiro.

Possibilidade de monitorar as divisões de todo o clube

O Flamengo utiliza, por enquanto, apenas a parte denominada Análise de Treino do Coach Id. O aplicativo foi desenhado, porém, para apresentar maiores opções não só ao técnico, mas ao clube, como o monitoramento do método implantado em todas as categorias de base. Recentemente, o presidente rubro-negro, Rodolfo Landim, esteve no Barcelona com o intuito de absorver a filosofia que leva o clube a unificar a metodologia de seu futebol em todas as categorias, da base ao profissional. Este é um dos desejos do Flamengo.

"Se eu for, por exemplo, um coordenador técnico eu posso assistir a tudo aquilo que o treinador do sub-18, sub-17, sub-16 está a fazer. Posso ter acesso a todas as contas e verificar se o trabalho que está a fazer é de fato o trabalho que está previsto e orientado. Permite que os jogadores possam evoluir e ir passando de escalão a escalão sem perder toda a formação. Permite ter uma visão vertical de todo o clube", acrescenta João Daniel Rico.

Atualmente, o aplicativo é utilizado por equipes portuguesas como Vitória de Setúbal, Famalicão, Nacional da Ilha da Madeira e Acadêmica de Coimbra, além de profissionais em Austrália e Estados Unidos.

O Flamengo buscou uma parceria com um desenvolvedor português de um aplicativo capaz de realizar as tarefas.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget