Para Mauro, alta no câmbio pesa em negociação entre Fla e Jesus

UOL: Com a parada causada pela pandemia do novo coronavírus, o Flamengo tem entre suas prioridades a manutenção do técnico português Jorge Jesus, que retornou a Portugal enquanto aguarda até que os campeonatos sejam retomados. Ele tem vínculo com o clube rubro-negro até 20 de junho e a renovação ainda não está acertada.

No podcast Posse de Bola #25, Mauro Cezar Pereira analisa a situação do clube com o treinador e acredita que a maior dificuldade que o Flamengo deve encontrar na renovação é com a alta do euro no momento econômico vivido pelo Brasil.

"O que deverá ser importante adiante nessa negociação, que tem hoje como maior obstáculo justamente o câmbio, a valorização do euro, tudo, que antes mesmo dessa pandemia já vinha se acentuando muito por outras razões, o que pode acontecer agora é o mercado não tão favorável para o técnico, porque o contrato dele acaba no dia 20 de junho", afirma Mauro.

Foto: Alexandre Vidal
"A remuneração do Jesus hoje, como ele tem premiações muito altas, ela é muito boa. Se ele fosse trabalhar hoje em Portugal, ele não iria ganhar muito mais, não. Talvez fosse ganhar mais, caso fosse trabalhar num dos três principais clubes do país por conta justamente dessa diferença do câmbio", completa o jornalista.

Mauro acredita que a ida de Jorge Jesus a Portugal depois de precisar fazer três testes até o resultado negativo do Covid-19 não deve influenciar na decisão final do treinador.

"Acho que essa viagem dele para Portugal não altera rigorosamente nada, justamente porque ninguém iria marcar hoje uma reunião presencial", completa o blogueiro do UOL.

Ele acredita que a maior dificuldade que o Flamengo deve encontrar na renovação é com a alta do euro no momento econômico vivido pelo Brasil.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget