Presidente do Fluminense detona Jorge Jesus: "Virou modinha"

TORCEDORES: Após a vitória do Flamengo sobre o Barcelona de Guayaquil na Libertadores, Jorge Jesus fez declarações que não caiu bem no Fluminense. O técnico português defendeu que o Flamengo utilize sozinho o estádio do Maracanã, porém o Fluminense é parceiro na gestão do Maracanã, e Mario Bittencourt, presidente do tricolor respondeu o português.

“[Vejo] Como lamentáveis. Primeiro porque ele chegou no Brasil na semana passada. E talvez não tenha estudado a história do Fluminense e a do Fla-Flu, a história da parceria dos dois clubes. Costumo dizer que, quando o time está ganhando, todo mundo acha engraçado o que se diz. Acho que se o time dele estivesse perdendo ele estaria mais preocupado em dizer outras coisas. Lamento e não é só pelas coisas que foram ditas em relação ao Fluminense não.”, disse Mario Bittencourt.

Foto: Divulgação
O presidente do Fluminense ainda alfinetou Jorge Jesus de disse que “nem tudo que vem de fora” é melhor, pelo fato de Jesus ser estrangeiro, Mario ainda aproveitou para fazer críticas as “modinhas” das redes sociais.

“Quando o time está ganhando, tudo que se fala é bonito. É um recado também. Nem tudo que vem de fora é melhor só por ser estrangeiro. Agora virou modinha.  Se o cara não é brasileiro ou se fala espanhol é melhor do que tudo que está aqui. Seja treinador, jornalista. Tudo que vem de fora agora é genial e melhor. Mas com todo respeito com os meus antepassados, porque sou neto de português, Portugal continua capinando para jogar mais futebol do que o Brasil até hoje. Precisamos olhar um pouco mais para cá e parar com essa história. Quero destacar que é uma resposta a pessoa, não ao Flamengo, que é nosso parceiro e tenho ótima relação. As pessoas passam, as instituições ficam. Está passando do limite essa questão de menosprezar os outros clubes que formaram a história do nosso futebol”, disse.

Mario Bittencout ainda relembrou momentos saudosos do Santos e Pelé para validar seu argumento e pediu que Jesus tenha limite em suas declarações.

“Queria entender por qual motivo só o Flamengo pode jogar no Maracanã. Acho que devia ser dito a ele que o Santos do Pelé foi campeão mundial no Maracanã. Ele optava por jogar no Maracanã. E foi campeão em cima do Benfica. E tudo o que estou falando é em relação ao profissional, e não à instituição. As pessoas passam e a instituição fica. Mas acho que está passando dos limites essa questão de menosprezar os outros clubes que ajudaram a formar o futebol brasileiro. E não é um treinador que vem de fora do Brasil que vai dizer como o Maracanã deve ser utilizado e sobre as regras do futebol brasileiro. Tem que ter um pouco de limite as coisas que ele fala”, finalizou.

O técnico português defendeu que o Flamengo utilize sozinho o estádio do Maracanã.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget